Publicidade
Tiago Nunes

Petista, Andrés Sanchez critica Petraglia, apoiador de Bolsonaro

Petraglia: críticas do petista Andrés Sanchez
Petraglia: críticas do petista Andrés Sanchez (Foto: Geraldo Bubniak)

PT de um lado e Bolsonaro do outro. O duelo mais cansativo do Brasil se repetiu dentro do futebol.

Na quarta-feira (dia 6) à noite, o presidente do Corinthians, André Sanchez, usou a ironia para criticar o presidente do Conselho Deliberativo do Athletico Paranaense, Mario Celso Petraglia. O motivo foi a contratação do técnico Tiago Nunes.

Sanchez é deputado federal e filiado ao PT. Petraglia não é filiado a partido político, mas na eleição presidencial de 2018 fez campanha para Jair Bolsonaro.

Em nota oficial, o Athletico criticou o Corinthians por tirar Tiago Nunes do clube paranaense.

Na quarta-feira, Sanchez rebateu a nota. “O Athletico mandou uma nota inacreditável. Os médicos que trataram o Petraglia são excelentes. Tem que agradecer a eles. O Petraglia tem um bom senso total. É só perguntar à Ponte Preta, ao Santos, ver o que eles fizeram com Pituca, Bambu, Cittadini, o Abner”, afirmou, em tom de ironia.

O dirigente paulista também criticou o diretor de futebol do Athletico, Paulo André. Segundo Sanchez, o Corinthians já tinha um acerto com o lateral-esquerdo Abner, da Ponte Preta, mas foi 'atravessado' pelo Furacão. “Ele (Petraglia) não podia fazer isso. O Athletico não tem passado para fazer isso. O Corinthians tinha contratado o Abner e ele foi lá e pagou a multa. Aliás, jogador do empresário do Paulo André, né”, disse. “É o que o Athletico fez há dez dias num América-MG x Ponte Preta, mandaram dirigentes ir lá contratar o Felipe, técnico do América-MG, isso todo mundo sabe. Isso aí eles não põem na nota”, cutucou.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES