Publicidade
BUSCA

PF faz operação em inquérito das ‘fake news’

A Polícia Federal deflagrou ontem uma operação de busca e apreensão dentro do inquérito que investiga ameaças e disseminação de notícias falsas contra ministros do Supremo Tribunal Federal. A operação da Polícia Federal (PF) deflagrada nesta quarta-feira, 27, tem como um dos focos integrantes do grupo “300 do Brasil”, formado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. A ação cumpre mandados de busca e apreensão determinados pelo STF no inquérito das fake news, que apura ataques virtuais a ministros da Corte Suprema.
Segundo informações da Agência Estado e do jornal O Estado de São Paulo, seis deputados federais devem ser ouvidos pela Polícia Federal nos próximos 10 dias no inquérito. A determinação teria sido feita pelo ministro Alexandre de Moraes. O ministro determinou ainda que todas das postagens desses deputados nas redes sociais sejam preservadas. Todos os seis deputados são aliados do presidente Jair Bolsonaro. A lista inclui o deputado federal paranaense Filipe Barros (PSL), que divulgou nota negando ser alvo da operação e que não foi notificado para depor no STF.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES