CÂMARA FEDERAL

Planos de carreira são suspensos

A Câmara Municipal de Curitiba aprovou ontem projeto da prefeitura que prorroga até 2022 a suspensão do pagamento dos planos de carreira dos servidores públicos da Capital. A proposta original do prefeito Rafael Greca (DEM) previa que a suspensão seria prorrogada até 31 de dezembro de 2023. Após acordo com a prefeitura, os vereadores aprovaram emenda para manter a suspensão até 31 de dezembro de 2022.
A proposta mantém suspensos os procedimentos de transição da parte especial para a parte permanente do quadro de servidores, mudanças de área de atuação, mudanças de classe, os crescimentos vertical e horizontal, entre referências, entre padrões, o avanço linear e o avanço por titulação. A suspensão dos planos de carreira foi aprovada 2017043, dentro do ajuste fiscal chamado de Plano de Recuperação de Curitiba. A medida já havia sido prorrogada em 2019, e terminaria em 31 de dezembro deste ano.
O líder do prefeito, Pier Petruzziello (PTB), afirmou que o novo plano deve ser apresentado até março .