Curitiba de Graça

Plataformas digitais e redes sociais dão vida à cultura curitibana

Desde o início da pandemia, o Cine Passeio mantém uma programação on-line contínua, que conta com filmes gratuitos.
Desde o início da pandemia, o Cine Passeio mantém uma programação on-line contínua, que conta com filmes gratuitos. (Foto: Reprodução mídias sociais.)

Confira as atrações que o Curitiba de Graça separou para você 

Desde março do ano passado, companhias teatrais não podem receber o público e outros espaços culturais estão com suas portas totalmente fechadas – alguns tiveram algumas reaberturas, mas novamente deixaram de funcionar com o novo decreto municipal que instituiu a bandeira vermelha.

Contudo, artistas e outros profissionais de todas as formas de arte se reinventaram e criaram novas experiências virtuais para não deixar a cultura longe do público.

Selecionamos algumas atividades oferecidas por espaços culturais da cidade, que incluem exposições, espetáculos, oficinas, podcasts, livros, filmes e lives, todas com acesso gratuito. 


Cine Passeio

Crédito: Reprodução

Legenda: Festival vai até 9 de junho e contempla vários gêneros.

Toda semana o Cine Passeio traz uma programação interessante para o público em geral. Nesta semana apresenta a segunda parte da Mostra de Cinema do Festival Mia Cara, somente com produções contemporâneas italianas. As exibições são gratuitas pelo http://www.cinepasseio.org/. Serão apresentados seis filmes, um por dia, sendo que cada longa fica disponível por 24 horas. Confira a programação completa aqui: https://curitibadegraca.com.br/mia-cara-cine-passeio-tem-mostra-gratuita-de-filmes-italianos-contemporaneos/


Fundação Cultural de Curitiba

Administradora de diversos espaços e projetos culturais da cidade, a Fundação Cultural de Curitiba apresenta em sua https://www.facebook.com/fundacaoculturaldecuritiba uma variedade de conteúdos. São shows especiais pelo Conservatório de MPB, oficinas da Casa Hoffmann, vídeos que contam um pouco da história da Gibiteca, contações de histórias com mediadores do programa Curitiba Lê, entre outros, além de vídeos especiais de diferentes vertentes artísticas selecionados por meio de editais do FCC Digital.

Importante lembrar ainda que além dos espaços culturais, diversos artistas ainda continuam seu trabalho em apresentações pelas redes sociais, que sempre divulgamos aqui em nosso site. 


Museu Paranaense (MUPA)

Crédito: Divulgação

Legenda: O MUPA criou a série “Benzedeiras do Paraná: Mulheres de Fé”.

Em tempos de distanciamento social e tantas reflexões sobre o futuro, um projeto do Museu Paranaense buscou resgatar a espiritualidade das benzedeiras do Paraná em uma série de podcasts. A playlist completa “Benzedeiras do Paraná: Mulheres de Fé” está disponível no https://www.youtube.com/playlist?app=desktop&list=PLA7oRIvMKhf8jlmhtgDW-Mg3eQsmy_yFp.

A exposição “Educação pela Pedra”, em cartaz no museu até setembro, também tem uma visita virtual no https://www.youtube.com/watch?app=desktop&v=ESjU7gcsYU0 guiada pelo próprio curador, Moacir dos Anjos. 


Museu da Imagem e do Som do Paraná (MIS-PR)

Crédito: Autor desconhecido/Acervo MIS-PR

Legenda: Mostra apresenta imagens que contam um pouco da história do estado.

A partir do acervo de fotografias e trechos em audiovisual do MIS-PR, a exposição virtual “Histórias que o Museu Conta” busca ecos do passado de Curitiba. Esses vultos dizem algo sobre o momento que vivemos e apontam para o futuro.

Mostra apresenta imagens que contam um pouco da história do estado. Foto: Autor desconhecido/Acervo MIS-PR

A mostra está no http://www.mis.pr.gov.br/Pagina/Historias-que-o-Museu-Conta com imagens de fotógrafos importantes da cidade, como Jesus Santoro, Dario Vellozo, além de vídeos da TV Iguaçu. 


Museu Oscar Niemeyer (MON)

Crédito: Pedro Vieira

Legenda: O espaço disponibiliza semanalmente oficinas, mediações, exposições entre outras expressões artísticas.

O MON se uniu aos grandes museus do Brasil e do mundo no endereço: https://artsandculture.google.com/partner/museu-oscar-niemeyer. Lá é possível visitar inúmeras exposições recentes em uma experiência muito próxima do real. Além de mostras que estão atualmente em cartaz no museu, também estão disponíveis algumas antigas, como “Irmãos Campana”.

Desde o início da pandemia, o MON ainda disponibiliza, semanalmente, vídeos de oficinas artísticas e mediações em exposições. Todas podem ser acessadas aqui: https://www.museuoscarniemeyer.org.br/mon/monemcasa/


Museu Casa Alfredo Andersen (MCAA)

Uma série de posts no https://www.instagram.com/museucasaalfredoandersen/ tem imagens e textos do pré-lançamento da exposição “Dois Tempos, um Mesmo Olhar”, com curadoria de Adriana Rede, que estabelece uma pontes e relações entre os trabalhos de Alexandre Frangioni e Alfredo Andersen.

Já no https://www.youtube.com/watch?v=QfVdtS1Bd1Q, o artista visual Lavalle, que é orientador do ateliê de pintura e desenho do museu, iniciou uma série de lives com outros artistas plásticos. Na primeira, ele conversou com João Paulo de Carvalho, pintor que discutiu não apenas seu trabalho, como também a influência do Museu Alfredo Andersen em sua vida e obra. 


Teatro Guaíra

Crédito: Maringas Maciel

Canal do YouTube do Teatro Guaíra apresenta antigos espetáculos dos bailarinos e orquestra sinfônica.

Para quem está com saudades de ver os músicos e bailarinos no palco, o Teatro Guaíra tem a https://www.youtube.com/c/TeatroGuairaoficial, que reúne os principais sucessos do Balé Teatro Guaíra e da Orquestra Sinfônica do Paraná. Estão na lista clássicos como O Lago dos Cisnes, com o balé, e a ópera João e Maria, com a orquestra. 


Biblioteca Pública do Paraná (BPP)

Com o fechamento da biblioteca durante a pandemia, foi lançada a fanzine digital “Era Uma Zine”, especialmente para o público infantil. Cada uma das mais de 60 edições, que são lançadas periodicamente, tem um tema específico e um projeto gráfico novo (veja aqui: https://linktr.ee/eraumazine).

Em abril de 2020, a BPP também lançou o canal no https://www.youtube.com/c/BPPCONTA/featured, com duas seções: a Infantil Convida, publicada às segundas-feiras, traz conteúdos selecionados e gravados por contadores parceiros, e a hora do Conto Virtual, que vai ao ar as quartas-feiras e disponibiliza vídeos produzidos pela própria equipe da biblioteca.

Já para os adultos, a BBP disponibilizou em seu site, https://www.bpp.pr.gov.br/Pagina/Selo-Biblioteca-Parana, as versões digitais gratuitas de todos os livros já lançados pelo Selo Biblioteca Paraná. São opções de diversos gêneros, como conto, poesia, romance e entrevistas. Todos estão no site, onde também são publicadas as edições do Jornal Cândido –

https://www.bpp.pr.gov.br/Candido, especializado em literatura. 


Ave Lola Espaço de Criação

Crédito: Divulgação

Legenda: Websérie conta a história da Trupe Ave Lola por meio de depoimentos de artistas.

Com as portas de sua casa fechadas, a companhia curitibana Trupe Ave Lola reinventou sua maneira de fazer teatro. Constantemente, eles apresentam espetáculos construídos, especialmente, para o mundo virtual e, recentemente, lançaram uma peça radiofônica, a “Frequência Instável”, escrita e dirigida por Ana Rosa Genari Tezza, fundadora da trupe.

Outro lançamento da trupe durante a pandemia foi a websérie “Trupe Ave Lola de Teatro – 10 anos em 5 atos”, que conta toda a história da companhia, com seus mais variados projetos. As duas produções estão disponíveis no https://www.youtube.com/user/avelolacultural

 

Para mais dicas culturais, acesse: www.curitibadegraca.com.br.