Publicidade

PMI industrial cai de 53,4 em setembro para 52,2 em outubro, revela IHS Markit

O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) industrial do Brasil caiu de 53,4 em setembro para 52,2 em outubro, informou nesta sexta-feira, 1º de novembro, a IHS Markit. Apesar da retração, o indicador continua mostrando uma melhora nas condições de negócio, acima da marca dos 50 pontos, e representa o terceiro mês consecutivo de acréscimo na produção do setor.

Em relatório, a empresa destacou que o indicador reflete o contínuo crescimento de novos trabalhos e da produção, com alta nas compras de insumos.

Segundo a Markit, o único indicador que ainda não mostra sinais de recuperação é o número de postos de trabalho gerados, com a criação de vagas em algumas empresas compensada pelos cortes em outras.

"A indústria manufatureira do Brasil continuou com bom desempenho em outubro, apesar do arrefecimento das taxas de acréscimo nas ordens de compra de insumos nas fábricas, com aumentos contínuos de vendas e de quantidades compradas apontando boas perspectivas para a produção no curto prazo", resume a economista Pollyanna de Lima, da Markit, em nota divulgada pela empresa.

Os bens de consumo foram o subsetor com melhor performance no mês, mas bens intermediários e de capital também registraram avanço.

As exportações, no entanto, tiveram contração no segundo mês consecutivo com o enfraquecimento da demanda na Argentina e Paraguai.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES