Violência urbana

Polícia encontra carro roubado de corretora morta ontem no Bigorrilho

A Polícia encontrou o carro da corretora de imóveis Cláudia Mader Munhoz, 55 anos, morta ontem no bairro Bigorrilho, durante um latrocínio. O veículo, um Audi, foi abandonado em umas das ruas do bairro Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Os peritos da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos de Curitiba (DFRV)  passaram a manhã coletando provas e impressões digitais para tentar identificar os assassinos de Cláudia.

Ela foi morta no início da tarde desta quinta-feira (30) na Rua Gastão Câmara, esquina com a Rua Martin Afonso, no bairro Bigorrilho. A corretora morreu depois de levar dois tiros a queima roupa de um dos três assaltantes que tentavam levar a bolsa dela. Segundo testemunhas, ela se recusou a entregar a bolsa e foi arrastada de um lado da rua ao outro.

Segundo informações da Polícia, Cláudia  tinha mostrado um imóvel à venda na Gastão Câmara quando foi abordada. Ela entregou a chave do seu carro, mas não quis dar a bolsa.  Eles então atiraram e fugiram com o carro dela

Retrato falado
A Polícia Civil divulgou no final do dia, o retrato falado do rapaz que atirou e matou a corretora de imóveis Cláudia Mader Munhoz.