Polícia investiga morte de belga em cobertura de diplomata alemão no Rio

A Polícia Civil do Rio investiga a morte de um cidadão belga ocorrida na cobertura de um edifício em Ipanema, na zona sul do Rio. Identificado como Walter Henri Maximilien Biot, Walter era cônjuge do alemão Uwe Herbert Hahn, diplomata lotado no consulado geral da Alemanha no Rio.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe do 23º BPM (Leblon) foi acionada na noite de sexta-feira, 5, para verificar uma "ocorrência de mal súbito".

O Corpo de Bombeiros Militar foi até o local e encontrou Walter já sem vida. O caso foi encaminhado à Polícia Civil.

O corpo do belga foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Na manhã deste sábado, agentes da Polícia Civil foram ao apartamento para fazer uma perícia no local.