Tunísia

Policial e três supostos terroristas são mortos depois de ataque

A Guarda Nacional da Tunísia matou, neste domingo, três supostos militantes islâmicos que colidiram com seus veículos contra oficiais de segurança e os atacaram com facas, matando um e ferindo outro, na cidade costeira de Sousse, disseram as autoridades.

No local do ataque, um quarto suspeito que estava a bordo do veículo também foi preso, enquanto o policial ferido foi hospitalizado.

Um comunicado do Ministério do Interior afirmou que os agressores se refugiaram em uma escola após o ataque e morreram em um tiroteio com as forças de segurança.

"Esses grupos terroristas queriam sinalizar sua presença, mas pegaram o endereço errado desta vez. A prova mais clara disso é que os autores deste ataque foram eliminados em poucos minutos", disse Hichem Mechichi, primeiro-ministro da Tunísia.

Sousse foi o local do ataque extremista mais mortal da Tunísia em 2015, quando um massacre matou 38 pessoas, a maioria turistas britânicos.

(Com Associated Press)