Alternativa tecnológica

População procura alternativas para fugir do trânsito

Reportagem publicada no jornal Estado de S. Paulo recentemente revelou que o Brasil já possui um automóvel para cada cinco habitantes. Há menos de duas décadas, esta proporção era quase o dobro. Em 2000, a relação de habitantes por veículo era de 8,4, e atingiu 5,5 em 2011. O crescimento da frota foi de 54,8% entre 2004 e 2011, enquanto a população cresceu em ritmo bem menor, de 5,7%. Alguns estados, como São Paulo, já apresentam menos de dois habitantes por veículo – média recorrente em países desenvolvidos, como Estados Unidos e Alemanha. Para frear esse enorme crescimento que prejudica o meio ambiente e deixa o trânsito caótico, duas novidades tecnológicas estão se revelando ótimas alternativas: o skate e a scooter elétricos.   

Os dois produtos foram trazidos da China e adaptados aos brasileiros pela empresa Two Dogs. Em 2008 veio o skate e em 2010 foi a vez da scooter. Além da sensação de liberdade, os produtos vêm de encontro com o conceito global de sustentabilidade e mobilidade urbana. 

SKATE ELÉTRICO - O skate elétrico tem basicamente a mesma estrutura dos skates originais, mas possui o diferencial de ser movido por bateria, através de um controle wireless que controla a aceleração e o freio. Com a carga completa, o skate chega a andar por duas horas. Sua velocidade máxima chega em torno de 40 km/h. Ele ainda possui duas versões: a street, ideal para terrenos planos, e a off road, que encara qualquer desafio.

Os skates ainda possuem quinze shapes diferenciados que podem ser comprados para personalizar e deixar o produto com a sua cara. 

SCOOTER ELÉTRICA - A scooter se consolidou como um meio de transporte não poluente, feito de material reciclável, com pneus de alta durabilidade, movido à bateria e que ainda pode ser usado nas horas de lazer. Assim como o skate, a scooter elétrica é movida à bateria e com a carga cheia chega a andar por duas horas. Ela funciona com botão de liga/desliga e uma chave, que dá a partida. Sua velocidade, controlada pelo guidão (semelhante a de uma moto) pode atingir até 40 km/h. O motorista ainda pode escolher como quer pilotar: de pé ou sentado. 

DIFERENCIAL - O grande diferencial dos produtos Two Dogs – skate e scooter – é a preocupação com o meio ambiente, já que eles são movidos a energia elétrica, o que significa que é um meio de transporte não poluente e de alta durabilidade. 

Edinaldo Siqueira Dias, 30 anos, e um dos adeptos do skate elétrico como meio de transporte. Eu uso meu skate para ir ao trabalho e para algumas horas de lazer com a minha família. É prático e econômico, afirma. Dias ainda garante que o brinquedo não tem segredo. Eu nunca andei de skate em minha juventude, mas não tive dificuldades para aprender a andar e não demorou para que o skate elétrico começasse a fazer parte da minha rotina, garante.