Futebol

Por causa do coronavírus, clássico Atletiba terá portões fechados

Couto Pereira terá clássico com portões fechados e plateia vazia
Couto Pereira terá clássico com portões fechados e plateia vazia (Foto: Franklin de Freitas)

Por recomendação do Ministério da Saúde, a Federação Paranaense de Futebol (FPF) decidiu por realizar a última rodada da primeira fase do Campeonato Paranaense com portões fechados. A informação foi confirmada pelo site Rede Coxa, e depois no site da própria Federação.

A decisão impacta diretamente do Atletiba, que não terá torcedores no Couto Pereira, neste domingo (15). A decisão contraria a nota que a própria Federação Paranaense emitiu na tarde de quinta-feira (12), confirmando a partida com portões abertos.

Nesta sexta-feira (13), um ato assinado pelo presidente da FPF, Hélio Cury, considera o risco de propagação em massa e a saúde de todas as pessoas envolvidas no evento, além da recomendação do Ministério da Saíde de se evitar aglomerações, para prevenir o contágio do Coronavírus.

A realização da rodada com portões fechados vale para todos os jogos da rodada. Segundo a FPF, torcedores que já adquiriram ingressos deverão buscar informações relativas ao ressarcimento diretamente com os responsáveis pela comercialização.

Antes, o Clube Athletico Paranaense (CAP) divulgou uma nota em seu site sugerindo aos seus torcedores que não compareçam ao clássico como forma de prevenção ao novo coronvavírus. "Lamentando a manutenção do clássico com portões abertos, o Clube recomenda que os torcedores athleticanos NÃO compareçam ao estádio devido ao risco de contaminação e disseminação da doença", afirmou o clube. 

A partida terá transmissão exclusiva do DAZN.

No país

Os jogos de futebol de vários campeonatos no país serão realizados com portões fechados a partir do próximo final de semana. As decisões seguem orientação do Ministério da Saúde, que, nesta sexta (13), orientou que eventos com concentração próxima de pessoas fossem cancelados, adiados ou, se não fosse possível suspendê-los, que ocorram sem público. A razão é o surto do novo coronavírus (Covid-19), que desde a última quarta é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma epidemia global.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, “não há regra única, cada local deve avaliar com as autoridades locais. Não temos o Brasil inteiro na mesma situação. O que não impede que tenhamos que adotar alguma medida geral em algum momento”.

Desta forma, a Federação Gaúcha de Futebol confirmou nesta sexta que os jogos da primeira e segunda divisões do estadual serão realizados sem torcida. "A medida segue as orientações do governo do Estado em relação ao risco de contágio do coronavírus", informa a entidade.

Já a CBF emitiu uma nota no início da tarde desta sexta informando que todas as partidas de futebol marcadas para as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro acontecerão com portões fechados.

“A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em sintonia com as orientações da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde, determina que, a partir desta sexta-feira (13), todas as partidas de futebol marcadas para as cidades de São Paulo (SP) e do Rio de Janeiro (RJ) sejam realizadas sem a presença de público. A CBF já comunicou as Federações Estaduais de futebol de São Paulo e do Rio de Janeiro para que tomem as medidas necessárias em relação às competições disputadas nas respectivas cidades. Essa medida tem prazo indeterminado e está sendo tomada por conta do estágio de transmissão comunitária do coronavírus, já identificado pelo Ministério da Saúde nestes centros urbanos, situação que gerou a recomendação expressa de restrição do contato social nestes eventos”, diz a nota.

Antes, a Federação do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) já havia suspendido a venda de ingressos para todas as partidas da terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, marcadas para o fim de semana.

Com a orientação do Ministério da Saúde de que os confrontos agendados para a capital ocorram sem a presença de torcedores, serão afetados o clássico entre Vasco e Fluminense, no próximo domingo (15) no Maracanã, além dos compromissos de Flamengo e Botafogo pela competição.

Outro clássico brasileiro que será disputado com portões fechados envolve São Paulo e Santos, no próximo sábado no Morumbi, assim como o embate entre Corinthians e Ituano no domingo na Arena. As partidas são válidas pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. Outros duelos marcados para a cidade de São Paulo por torneios de divisões inferiores, masculinos e femininos, terão o mesmo procedimento por tempo indeterminado. Por enquanto, conforme circular da Federação Paulista de Futebol (FPF), os compromissos agendados para o interior do estado seguem sem alterações.