Nos EUA

Por pornografia infantil, youtuber Austin Jones é condenado a dez anos de prisão

(Foto: Reprodução Youtuber)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O cantor e youtuber americano Austin Jones foi condenado a dez anos de prisão por incitar a pornografia infantil.

O youtuber admitiu que pediu a seis fãs de cerca de 14 anos que enviassem vídeos sexualmente explícitos entre 2016 e 2017 — neste último ano, Jones acabou preso. Agora, depois de se declarar culpado, a sentença foi determinada e o influenciador recebeu pena de dez anos de prisão.

Para solicitar os vídeos às vítimas, Jones dizia que o envio era uma forma de "provar" que eles eram seus maiores fãs ou que tratava-se de uma oportunidade de iniciar uma carreira como modelo.

Além dos vídeos, Jones usou as redes sociais cerca de 30 vezes para pedir que menores enviassem imagens com conteúdo sexual.