Publicidade
Trabalho

Paraná tem o melhor ano na geração de empregos desde a ‘pré-crise’

Paraná tem saldo de mais de 59 mil empregos criados
Paraná tem saldo de mais de 59 mil empregos criados (Foto: Ricardo Marajó/FAS)

Desde que a crise econômica e política se agravou no Brasil (o que aconteceu principalmente a partir de 2015) o Paraná não registrava um ano tão bom em termos de geração de emprego como tem sido 2019. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados ontem pelo Ministério da Economia, entre janeiro e setembro deste ano o Estado criou um total de 59.925 novos postos de trabalho, melhor resultado para o período desde 2014.

Considerando-se apenas os dados do mês de setembro, o Paraná foi o quinto que mais gerou empregos no país. Foram 97.884 contratações ante 88.666 demissões, com saldo positivo de 9.218 vagas. Apenas São Paulo (+250.236), Santa Catarina (+13.049), Rio de Janeiro (+13.957) e Pernambuco (+17.630) apresentaram resultados mais positivos.

Já se considerados os resultados de todo o ano de 2019 (janeiro a setembro), o Paraná aparece como o quarto estado que mais criou postos de trabalho no Brasil. Foram 939.611 admissões contra 880.316 desligamentos, com a abertura de 59.295 postos de trabalho. Apenas São Paulo (+250.236), Minas Gerais (+111.469) e Santa Catarina (+73.404) apresentaram resultados mais expressivos.

Embora o resultado de setembro deste ano tenha ficado um pouco abaixo do verificado no mesmo mês em 2018 (no ano passado foram criados 9.487 novas vagas apenas em setembro), o acumulado dos nove primeiros meses do ano é o melhor desde 2014. Há cinco anos, o estado havia fechado o nono mês com um total de 84.120 novos postos de trabalho (1.262.349 admissões e 1.178.229 desligamentos).

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES