Publicidade
Nota Paraná e Nota Curitibana

Prazo para usar 'notas' e abater IPVA no Paraná e IPTU de Curitiba termina nesta sexta

Quase 90 mil motoristas j\u00e1 haviam transferido os cr\u00e9ditos
Quase 90 mil motoristas j\u00e1 haviam transferido os cr\u00e9ditos (Foto: Divulgação)

Amanhã é o último dia para o contribuinte cadastrado nos programas Nota Paraná e Nota Curitibana fazer a opção de usar seus créditos para abater o valor de 2019 do IPVA e do IPTU. Para a opção de transferir os créditos do Nota Paraná, o contribuinte deve entrar no portal http://www.notaparana.pr.gov.br ou pelo aplicativo do programa Nota Paraná, que pode ser baixado gratuitamente e está disponível para os sistemas Android e IOS.
Durante o processo, será disponibilizada ao contribuinte inscrito no Nota Paraná uma tabela com o valor prévio estimado para o IPVA 2019. A tabela oficial será divulgada em dezembro deste ano. Dos proprietários de veículos, 86.344 já haviam efetuado a transferência de créditos para abatimento do IPVA 2019 até o final da semana passada, ocasionando uma economia de R$ 10,5 milhões aos contribuintes.
De acordo com a coordenadora do programa Nota Paraná, Marta Gambini, a expectativa é de que os números deste ano superem as transferências dos períodos anteriores. No ano passado, 39.267 veículos tiveram um abatimento de R$ 6,1 milhões no imposto. Já em 2018, foram 114.464 transferências de créditos que totalizaram R$ 13,2 milhões.
IPTU
Amanhã também é o prazo final para usar créditos do Nota Curitibana e obter desconto no Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana (IPTU) de 2019. É possível usar os créditos para abater até 30% do valor do imposto.
O contribuinte pode indicar o valor que deseja abater de qualquer imóvel na capital, desde que este não tenha pendências com a Prefeitura. Também é possível indicar mais de um imóvel para obter o desconto.
Para descontar os créditos do IPTU é necessário acessar o sistema, clicar em indicar créditos, digitar a indicação fiscal que consta no carnê ou selecionar a indicação fiscal constante na tabela de indicações já realizada, que fica abaixo do quadro de indicações. O sistema calculará o valor limite (30%) do IPTU.

 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES