Publicidade
Residencial

Preço do imóvel em Curitiba recua mais de 1% em março

(Foto: Franklin de Freitas)

O preço do imóvel residencial em Curitiba voltou a cair em março, segundo o Índice FipeZap. Em março os preços cairam 1.04%, seguindo a tendência de fevereiro quando o índice retraiu 1,59%. Com isso, o preço médio do metro quadrado residencial da Capital foi a R$ 6.011. Entre as capitais pesquisadas Curitiba aparece em posição intermediária. O metro quadrado mais caro é de São Paulo, R$ 8.880, e a média nacional é de R$ 7.176.
Em Curitiba, o metro quadrado mais caro em março era encontrado no Batel (R$8.735), seguido pelas Mercês (R$ 7.382), Campina do Siqueira (R$7.162), Alto da Glória (R$7.069) e Juvevê (R$ 7.016).
Já o mais baixo estava no Campo de Santana (R$2.683). A seguir no ranking dos mais baratos vinham Tatuquara (R$ 2.836), Cachoeira (R$ 2.881), Augusta (R$3.082) e Sítio Cercado (R$3.190).
Nacional
No cenário nacional, o Índice FipeZap encerrou o mês de março de 2019 com variação de +0,02% no preço de vendas de imóveis residenciais, após avançar 0,13%, em janeiro, e 0,08%, em fevereiro. O percentual observado é inferior à inflação esperada de +0,53% para o mês (IPCA/IBGE), segundo informações do último Boletim Focus do Banco Central do Brasil.
Considerando as 16 capitais monitoradas pelo Índice FipeZap, Goiânia apresentou o maior aumento nominal de do período (+4,62%) – sendo, inclusive, a única capital a superar a inflação acumulada em 12 meses. Por outro lado, Maceió se manteve, entre as capitais monitoradas, como a cidade com maior recuo no preço médio nos 12 meses encerrados em março (-4,99%).

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES