Sua casa 

Preço do imóvel residencial tem nova queda em Curitiba

(Foto: Franklin de Freitas)

O Índice FipeZap – que monitora o comportamento do preço de venda de imóveis residenciais em 20 cidades brasileiras – encerrou o mês de setembro próximo da estabilidade, com variação de -0,03% em relação a agosto. Oito das 20 cidades monitoradas pelo índice foram os responsáveis pela queda, e Curitiba foi uma delas (-0,26%). No acumulado do ano a Capital tem queda de -0,41%, e no acumulado dos últimos 12 meses a variação é positiva, +0,15%

Além de Curitiba também apresentaram queda expressiva Porto Alegre (-0,36%) e Rio de Janeiro (-0,35%). Jás altas foram verificadas em Florianópolis (+0,55%), Salvador (+0,49%) e Santos (+0,36%). O preço médio do metro quadrado em Curitiba ficou em R$ 5.703, distante do maior valor, encontrado em São Paulo (R$ 9.461) e do menor valor — Contagem (MG), com R$ 3.517.

O estudo também verificou os preços do metro quadrado mais altos  e mais baixos por bairros de Curitiba. Na média, o Campina do Siqueira aparece com o metro quadrado mais caro, com R$ 7.251. Batel e Alto d aGlória também estão no patamar acima dos R$ 7 mil. 

Os preços mais baratos foram achados no Tatuquara (R$ 2.797), Campo de Santana (R$ 2.833) e Cachoeira (R$ 2.904).