Preços de hortigranjeiros caem na Ceasa de Curitiba

O consumidor deve aproveitar a semana para aumentar e variar ainda mais a alimentação com os hortigranjeiros. Pela segunda semana consecutiva os preços médios praticados junto ao mercado atacadista da Ceasa em Curitiba voltaram a cair. No levantamento realizado pela Divisão Técnica e Econômica (Ditec), da Ceasa Paraná – empresa vinculada à Secretaria da Agricultura e do Abastecimento – 13 dos 30 principais produtos comercializados no atacado tiveram redução de preço. Para a média ponderada dos 30 produtos, a queda foi de 2,37% em comparação à semana anterior. 

As principais reduções de preços aconteceram para as ofertas do chuchu (-28%) e alface (-14%). A caixa de 22 quilos do chuchu tipo extra 2 A está cotada, em média, a R$ 18. Já a caixa com 18 unidades da alface tipo crespa grande é encontrada a R$ 6. Outros 11 produtos também mostraram queda de preços no atacado da Ceasa Curitiba, enquanto 13 hortigranjeiros permaneceram com cotações estáveis e quatro apresentaram alta em relação ao comparativo da semana anterior. 

Esse deverá ser o comportamento do atacado nas cinco Ceasas do Paraná (Curitiba, Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu) nas próximas semanas. Além da boa produção paranaense, temos registrado também a entrada de hortigranjeiros de outras regiões do país, diz o economista Valério Borba, da assessoria técnica da Ceasa Paraná. Isso colabora para o equilíbrio das cotações no atacado, o que acaba refletindo posteriormente no varejo. O consumidor ganha com a estabilização dos preços e com a maior diversificação de produtos, explica Borba. 

Ainda com baixas nos preços no atacado encontramos a abobrinha verde tipo extra 2A, a caixa com 19 quilos cotada a R$ 18, redução de 10% em relação à semana anterior; batata doce tipo extra branca, caixa com 23 quilos, cotada a R$ 35, redução de 12,5%; beterraba tipo extra 2A, caixa com 23 quilos, cotada a R$ 18, redução de 10%; cebola pera nacional, saca com 20 quilos, cotada a R$ 15, redução de 16%; cenoura tipo nantes 2A, caixa com 23 quilos, cotada a R$ 18, redução de 10%; couve flor tipo grande, R$ 15 a dúzia, redução de 13%; tomate longa vida tipo extra 2A, caixa com 20 quilos, cotada a R$ 55, redução de 8%; laranja pera tipo grande, caixa com 25 quilos, cotada a R$ 18, redução de 10%; limão thaiti tipo médio, caixa com 26 quilos, cotada a R$ 45, redução de 18%; e manga tipo tomy, caixa com 20 quilos, cotada a R$ 25, redução de 10%. 

Também com preços inferiores aos praticados na semana anterior aparecem a batata salsa de primeira (mandioquinha), caixa com 20 quilos, cotada a R$ 140, redução de 6%. O produto encontra-se no chamado período de entressafra. 

EM ALTA - Os quatro produtos com cotações superiores são o pepino salada tipo audai extra 2A, caixa com 22 quilos, cotada a R$ 35, aumento de 25% em comparação à semana anterior; vagem macarrão tipo extra 2A, caixa com 17 quilos, cotada a R$ 40, aumento de 5%; abacate manteiga, caixa com 21 quilos, cotada a R$ 85, aumento de 6%; e mamão comum, tipo formosa, caixa com 15 quilos, cotada a R$ 25, aumento de 8%.