Com capacidade reduzida

Prefeito anuncia reabertura do restaurante Madalosso após 60 dias fechado

(Foto: Divulgação)

O Restaurante Madalosso, um dos maiores restaurantes da América Latina, localizado no bairro Santa Felicidade, em Curitiba, reabriu nesta terça-feira, 19, depois de 60 dias fechado. O anuncio foi feito pelo prefeito Rafael Greca durante ato na sede da Prefeitura na mesma data, no qual a família Madalosso formalizou a doação de de 4 mil máscaras e escudos protetores para a os servidores usarem no combate da pandemia de coronavírus na cidade.

Segundo postagem do prefeito no Facebook, o restaurante abrirá com 400 lugares podendo evoluir para 1000 e depois 2000 clientes por vez. A capacidade total passa de 5 mil lugares sentados. A data do retorno ainda não foi confirmada pelo restaurante, mas, segundo fontes consultadas pelo Bem Paraná, deve ser já neste fim de semana. "Celebrando sua nova marca , um Galo feito de fios de macarrão com a legenda Família Madalosso, os jovens empresários Marlus e Bruno Bertoli, Lorenzo Madalosso, netos e sobrinho da valorosa dona Flora Madalosso Bertoli, doaram - para distribuição pela FAS -Fundação de Ação Social de Curitiba - 4000 máscaras e escudos protetores", postou o prefeito.

A postagem gerou polêmica no Facebook e o prefeito teve trabalho para responder. Muitos criticaram a reabertura do restaurante em tempos de pandemia e outros criticaram a prefeitura por apoiar a reabertura de um restaurante e não o retorno dos shoppings e academias. "Os restaurantes nunca foram fechados. O Madalosso fechou voluntariamente em 20 de Março. Preferiram trabalhar Delivery. Nunca mandei fechar nada, logo não posso mandar abrir. Estamos trabalhando para um retorno com normas sanitárias estaduais. Informe-se", respondeu o prefeito em uma das postagens.

O Restaurante Madalosso já tinha anunciado que vai fazer uma ação especial com cinema drive-in no seu estacionamento. O local tem espaço para 900 carros. No lugar da pipoca, polenta frita para acompanhar o refrigerante, que serão vendidos online. O ingresso será repassado para uma campanha solidária.Tudo seguirá as recomendações da saúde de prevenção ao coronavírus. O projeto ainda está em fase de produção, e por isso ainda não há data para estreia. A data também não foi definida ainda.