Publicidade

Justiça cassa mandato de prefeito pela segunda vez em dez meses

O prefeito de Rolândia, Johnny Lehmann (PTB) teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na quinta-feira (12). Essa foi a segunda cassação do petebista nos últimos dez meses. Lehmann é acusado de utilizar indevidamente os meios de comunicação para se promover durante a eleição de 2012.

Em dezembro do ano passado, o juiz da 59ª zona eleitoral, Alberto José Ludovico, entendeu que Lehmann utilizou dinheiro público para publicidade eleitoral, desrespeitou o limite de gastos da prefeitura e também utilizou indevidamente os meios de comunicação para se promover durante a campanha. Assim, registro da candidatura do político acabou sendo cassado.

Em maio deste ano, contudo, Lehmann conseguiu uma liminar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que o autorizou a assumir o cargo. Na quinta-feira, mais uma reviravolta. Em um outro processo, por unanimidade, o TRE decidiu novamente pela cassação do político, e dessa vez a liminar do TSE não garante a continuação no cargo.

Lehmann, reeleito no ano passado com quase 54% dos votos, tem três dias para recorrer da decisão e permanecerá no cargo até que o recurso seja julgado.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES