Publicidade
Processo administrativo

Prefeitura afasta atendente do Samu que deu resposta inusitada durante ocorrência

(Foto: César Brustolin/SMCS)

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba afastou, neste sábado (5), uma atendente do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), após resposta dada no telefone 19 durante um atendimento para socorrer um homem que teria ferimentos na cabeça.

No áudio, gravado pelo cidadão, a atentenente argumentou que era preciso autorização do ferido para que fosse enviada uma ambulância: "Tem que perguntar para ele, a gente não pode pegar ele à força. E se chegar aí e ele não quiser? A ambulância faz o quê? Se ele não quiser e quiser morrer, o problema é dele. Tem que perguntar para ele se ele quer atendimento”, disse a mulher no no telefone. 

Em nota, a Prefeitura de Curitiba afirmou que retirou atendente do plantão, por não atender os protocolos do Samu, e que ela  irá responder a processo administrativo”. A administração municipal também disse lamentar o episódio e “pede desculpas ao cidadão que fez a ligação para ajudar a pessoa que estava precisando de atendimento”. 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES