Publicidade
Saúde

Prefeitura de Curitiba firma contrato com Hospital Evangélico Mackenzie

(Foto: Franklin de Freitas/Arquivo Bem Paraná)

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba assinou, nesta segunda-feira (21/1), o contrato com o Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, novo nome do Hospital Evangélico de Curitiba. A assinatura foi feita no gabinete da superintendente executiva da secretaria, Beatriz Battistela Nadas, com a presença do diretor-geral do hospital, Rogério Kampa.

“Recebo com alegria a vinda da instituição Mackenzie, ligada à Igreja Presbiteriana, de sólida tradição na saúde, educação e no serviço social no Brasil e no mundo. Vejo um novo horizonte de bons serviços ligados ao funcionamento deste hospital", destacou o prefeito Rafael Greca.

O novo contrato garante que o hospital, agora sob a direção do novo grupo, siga recebendo os repasses do SUS Curitibano pelos serviços prestados em saúde para a população. O local é referência em diversas especialidades, entre elas os atendimentos de urgência e emergência, de queimaduras e de pré-natal e partos do Rede Mãe Curitibana Vale a Vida.

Pelo contrato, a Prefeitura repassará até R$ 131,5 milhões (cerca de R$ 11 milhões mensais) pelos serviços prestados, via Secretaria da Saúde, nos mesmos moldes do que era acordado com o Hospital Evangélico.

Leilão

Anteriormente mantido pela Sociedade Evangélica Beneficente (SEB), o Hospital Evangélico vinha de dificuldades financeiras e foi arrematado em leilão no final de setembro de 2018 pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie.

Nesse período de transição entre as duas instituições mantenedoras do hospital, não houve interrupção dos serviços prestados ao SUS Curitibano para a população. “Com o hospital gerenciado por uma instituição de renome nacional, a cidade tem mais um grande apoio para a saúde dos curitibanos”, destaca Beatriz.

Também acompanhou a assinatura do contrato o presidente da Cohab, José Lupion Neto.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES