Diretrizes Orçamentárias

Pandemia deve reduzir em R$ 900 milhões as receitas de Curitiba neste ano e afeta LDO 2021

(Foto: Carlos Costa/CMC)

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) recebeu, na tarde desta sexta-feira (15), o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que estabelece as metas financeiras e as prioridades da prefeitura para 2021. A norma também define as diretrizes para a elaboração e a execução da Lei Orçamentária Anual (LOA), que será avaliada pelo Legislativo no segundo semestre. A previsão é que a cidade conte, no próximo ano, com R$ 9.290.000.000 para manter os serviços públicos e realizar investimentos.

O Anexo de Metas Fiscais que acompanha a LDO prevê que o total geral das receitas em 2020 feche em R$ 8,5 bilhões, sendo que o valor inicialmente orçado era de R$ 9,4 bilhões, uma queda de 9,5%.  Os parâmetros econômicos utilizados projetam uma retração de 0,48% no PIB nacional em 2020 e uma retomada de 2,5% no próximo ano. Já a inflação considerada, medida pelo IPCA, deve ter pequena variação, de 3,53% para 3,59%.

Leia mais no Blog Política em Debate