Em Laranja

Laranja? Vermelha? Amarela? Curitiba decide nesta quarta-feira se mantém ou muda a bandeira

Curitiba está em nível médo de alerta para a Covid-19
Curitiba está em nível médo de alerta para a Covid-19 (Foto: Franklin de Freitas)

A Prefeitura de Curitiba deve publicar nesta quarta-feira (23) um novo decreto definindo a cor da bandeira vigente na cidade. Na semana passada foram mantidas as medidas restritivas de combate à pandemia de Covid-19 na cidade com a bandeira laranja, e autorizado o funcionamento de algumas atividades essenciais aos domingos.

Além dos restaurantes, também puderam funcionar aos domingos, seguindo os protocolos de responsabilidade sanitária e social, supermercados, comércio de hortifrutigranjeiros e comércio de alimentos para animais, além de sacolões do município e feiras livres.

“A decisão resultou de aprendizados que acumulamos ao longo da pandemia. Temos um único inimigo que devemos enfrentar unidos. Aprendemos ao longo desses meses que cumprindo as medidas de prevenção a sociedade pode funcionar”, esclareceu a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, na semana passada.

Contudo, a secretária também adiantou que medidas mais severas poderiam ser tomadas caso os números da Covid voltassem a ter alta na Capital.

Na semana passada, Curitiba tinha 101% dos leitos de UTI SUS/Covid ocupadas, e 92% dos leitos de enfermaria SUS/Covid. Eram 8.376 os casos ativos no boletim do dia 15 de junho. Nesta terça-feira (22), a ocupação de UTIs estava em 93% e a de enfermarias em 77%. Eram 7.932 os casos ativos.

Curitiba tem mais 30 mortes

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba registrou, nesta terça-feira (22), 804 novos casos de Covid-19 e 30 óbitos. Até o momento foram contabilizadas 5.984 mortes na cidade e 234.125 moradores de Curitiba testaram positivo para a Covid-19 desde o início da pandemia. São 7.932 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus. Até ontem, a taxa de ocupação dos 548 leitos de UTI SUS exclusivos para Covid-19 estava em 93%. Um dia antes estava em 97%. Restavam 36 leitos livres. A taxa de ocupação dos 746 leitos de enfermarias SUS Covid-19 estava em 77%. Havia 172 leitos vagos.

Paraná
A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta terça-feira (22) mais 13.593 casos confirmados e 109 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.224.177 casos confirmados e 29.979 óbitos. O informe relata que 2.385 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 1.896 pacientes em leitos SUS (915 em UTI e 981 em enfermaria) e 489 em leitos da rede particular (277 em UTI e 212 em enfermaria).

Brasil
O boletim do Ministério da Saúde, divulgado na noite desta terça-feira (22), registrou mais 87.822 novos casos no País e 2.131 óbitos. Agora o total de casos foi para 18.054.653 e o de mortes pela doença para 504.717.

Capital vacina profissionais da educação com 18 anos ou mais

Nesta quarta-feira (23), a vacinação anticovid em Curitiba será direcionada aos trabalhadores da educação básica e do ensino superior com 18 anos ou mais. O número de doses disponíveis em estoque – cerca de oito mil – é insuficiente para vacinar a próxima faixa etária da população em geral (49 anos), que tem um público estimado de 19 mil pessoas.

O atendimento dos trabalhadores da educação será feito em dez pontos de vacinação, um por regional, das 8h às 17h. É necessário levar documento com foto, CPF e uma caneta para preenchimento do formulário de vacinação, além dos documentos específicos conforme a categoria (leia mais abaixo).

A Secretaria Municipal da Saúde orienta ainda que os profissionais façam previamente o cadastro na plataforma Saúde Já, pelo aplicativo ou pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br.

Serão vacinados professores e trabalhadores com 18 anos ou mais de creches, CMEIs, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, ensino básico profissionalizante e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Já os trabalhadores e professores do ensino superior com 18 anos ou mais podem procurar qualquer um dos dez pontos de vacinação da cidade.

Nesta terça-feira (22), foram vacinadas cerca de sete mil pessoas em um dia de repescagem de todos os grupos prioritários que estavam abertos até então.
Chegando — O Paraná receberá nos próximos dias mais 439.340 vacinas contra a Covid-19. Elas fazem parte da 27ª pauta de distribuição do governo federal. São 91.250 vacinas da Janssen, 136.890 da Pfizer/BioNtech e 211.200 da parceria Butantan/Coronavac.