Assine e navegue sem anúncios [+]
Justiça

Prefeitura é condenada por morte de mulher no caso do prefeito que usou cilindro de oxigênio para bombear chope

Segundo MP, prefeito usou o único cilindro de oxigênio da unidade de saúde para bombear chope em festa de Ano Novo
Segundo MP, prefeito usou o único cilindro de oxigênio da unidade de saúde para bombear chope em festa de Ano Novo (Foto: MPPR/divulgação)

A prefeitura de Luiziania (região Noroeste) foi condenada pelo Tribunal de Justiça do Paraná a pagar R$ 80 mil de indenização aos filhos de uma mulher que morreu em decorrência da privação de oxigênio. No início de 2013, a paciente enfartou e precisou ser deslocada de ambulância para Campo Mourão. O único cilindro portátil de oxigênio da Unidade Básica de Saúde (UBS) da cidade estava na casa do então prefeito da cidade, José Claudio Pol, que utilizou o equipamento para bombear chope em uma festa familiar de Ano Novo. Por isso, segundo a ação do Ministério Público, o transporte teria sido feito sem a devida oxigenação, o que contribuiu para o agravamento do quadro e para a morte da mulher.

Leia mais no blog Política em Debate

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK