Assédio

Presidente da Caixa pede demissão

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, pediu demissão ontem, após ser acusado de assédio sexual por funcionárias do banco. O Ministério Público Federal abriu investigação para apurar as denúncias. Cinco mulheres relataram as abordagens inapropriadas do presidente do banco. Segundo um dos relatos, uma funcionária diz que o presidente do banco teria passado a mão em suas nádegas.
A secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques, é o nome mais cotado para substituir Pedro Guimarães. Segundo fontes, a escolha de uma mulher para o posto ajudaria a estancar as denúncias de assédio contra funcionárias do banco que envolvem o nome dele.
Guimarães oficializou seu pedido de demissão em uma carta ao presidente Jair Bolsonaro (PL). No texto, ele nega as acusações.