Assine e navegue sem anúncios [+]

Pressionado e assustado, Corinthians recebe Bahia para reagir no Brasileirão

Pressionado pelos torcedores, colado na zona de rebaixamento, sem um técnico efetivo e com uma série de desfalques, o Corinthians encara o Bahia nesta quarta-feira, às 21h30, na Neo Química Arena, em São Paulo, em jogo único do meio de semana válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O presidente Andrés Sanchez disse em entrevista coletiva nesta terça que os jogadores estão assustados com o comportamento da torcida, que no domingo foi intimidar o elenco no desembarque no aeroporto de Guarulhos.

"Foi uma emboscada", comentou o dirigente. "Saímos e, infelizmente, houve aquele absurdo, que não condiz com a torcida do Corinthians. Obviamente que os jogadores estão muito assustados e tristes, eu também. No dia seguinte, ficar ameaçando jogador e familiares é ridículo. Nas redes sociais, não se sabe quem tá falando, isso é muito ruim. Os jogadores estão se recuperando", acrescentou.

As ameaças aconteceram após derrota para o Fluminense no Maracanã, resultado que deixou o Corinthians a um ponto da zona de rebaixamento. Para piorar, o interino Dyego Coelho pode ter até sete desfalques para a partida. O lateral-direito Fagner é a principal dúvida por causa de uma fratura na mão esquerda.

O reserva imediato, Michel Macedo, levou uma pancada no tornozelo e provavelmente ficará de fora. Além deles, Gabriel e Jô, suspensos, Luan, com estiramento na coxa direita, Boselli, com entorse no tornozelo direito, e Léo Natel, com lesão muscular na perna esquerda, não jogam.

O ataque é o principal problema e é provável que Coelho tenha que entrar com uma dupla formada por Everaldo e Gustavo Mosquito.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK