Publicidade
Trânsito

PRF informa sobre obras e desvios na Linha Verde

(Foto: PRF)

Na quarta (5), foi implantado o desvio da pista sentido norte das obras da trincheira no km 126 da BR-476 (Linha Verde); desvio do sentido sul será implantado nos próximos dias. O alerta é da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

"Na implantação, verificou-se a formação de filas em dois pontos: no acesso da Av. Victor Ferreira do Amaral para a Linha Verde, nas proximidades da Sociedade Hípica Paranaense, e o segundo, no entroncamento com a Rua Xaverianos, saída da trincheira existente na alça de acesso para a Linha Verde", informa a PRF, alertando os motoristas sobre a situação da via.

Esta é a última etapa das obras da trincheira do km 126, que deve durar entre 90 e 120 dias, finalizando as obras do Lote 6 da Linha Verde.

As Obras do Lote 7 (km 124 ao km 120), já foram iniciadas com a implantação da canaleta de concreto do “ônibus bi-articulado” que servirá de desvio, para dar andamento na execução das pistas principais e vias marginais em ambos os sentidos.

Obra

A construção da trincheira que ligará as ruas Fúlvio José Alice e Amazonas de Souza Azevedo sob a Linha Verde, garantindo mais segurança e maior fluidez no trânsito entre Bairro Alto e Bacacheri, venceu mais uma etapa. Nesta quarta-feira (5/6), os veículos que trafegam no sentido Atuba já passaram a circular por duas pistas feitas sobre a nova laje de cerca de 500 metros da trincheira.

Até o fim da próxima semana, o trânsito da Linha Verde que estava concentrado nas quatro pistas - duas no sentido Pinheirinho-Atuba e outras duas para quem trafega do Atuba para o Pinheirinho - mais próximas da Rua Amazonas de Souza Azevedo, no Bacacheri, será completamente modificado para as quatro pistas que ficam mais para o lado da Rua Fúlvio José Alice, no Bairro Alto.

O secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, explicou que a modificação não está ocasionando maiores problemas aos motoristas que usam a Linha Verde. “Qualquer obra gera impacto durante o andamento. Estamos trabalhando para minimizar transtornos, mantendo sempre abertas quatro pistas para o trânsito de veículos”, disse.

A nova trincheira integra o plano de intervenções da Prefeitura na Linha Verde, faz parte do lote 3.2 e conta com investimentos de aproximadamente R$ 40 milhões.

Também estão em execução as obras do lote 4.1 da Linha Verde, que compõe o trecho final da via de integração entre o sul e o norte de Curitiba. Esta etapa de obras conta com 2.840 metros de extensão e liga a estação Solar ao Atuba.

A Linha Verde é o sexto eixo de transporte da cidade e de integração de Curitiba à Região Metropolitana. São 22 quilômetros de extensão, ligando a cidade do Sul ao Norte, desde o Pinheirinho ao Atuba, beneficiando 22 bairros numa área de abrangência onde vivem 287 mil pessoas.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES