Fecha tudo

Primeiro domingo de 'lockdown' em Pinhais tem ruas vazias. Veja fotos

(Foto: Ascom/PMP)
(Foto: Ascom/PMP)
(Foto: Ascom/PMP)
(Foto: Ascom/PMP)
(Foto: Ascom/PMP)

Domingo de "lockdown" em Pinhais. Este domingo (28) e o próximo (5 de julho) serão de fechamento total, com objetivo de tentar diminui o contágio pelo novo Coronavírus. As atividades comerciais estão suspensas, portanto, é importante que a população permaneça em casa e respeite as recomendações. Pela manhã, o cenário na cidade era de ruas vazias.

As equipes de fiscalização estão nas ruas do município, com vistas a fazer valer as determinações do decreto municipal e que seguem uma decisão conjunta, no cenário metropolitano. O descumprimento do previsto no Decreto 469/2020 acarretará em termo de intimação, ou ainda auto de infração e aplicação de penalidades previstas na Lei Municipal nº 1294/2012.

Poderão funcionar nos dias 28 de junho e 5 de julho as seguintes atividades:

Assistência à saúde, incluídos os serviços médicos e hospitalares; assistência social e atendimento à população em estado de vulnerabilidade; atividades de segurança privada, incluídas a vigilância e guarda; transporte intermunicipal de passageiros; transporte de passageiros por táxi ou aplicativo, limitados a duas pessoas, mantida a ventilação natural; telecomunicações, imprensa e internet; captação, tratamento e distribuição de água; captação e tratamento de esgoto e lixo; geração, transmissão e distribuição de energia elétrica e de gás; clínicas veterinárias (inclusive venda de medicamentos); serviços funerários; compensação bancária, redes de cartões de crédito e débito, caixas bancários eletrônicos e outros serviços não presenciais de instituições financeiras; serviço relacionados à tecnologia da informação e de processamento de dados (data center) para suporte de outras atividades previstas neste Decreto; transporte de numerário; produção, distribuição e comercialização de combustíveis e derivados; postos de combustível e lojas de conveniência, esta última com acesso controlado e sem consumo no local; produção industrial; padarias/panificadoras (de rua).