Publicidade
Trânsito

Principal vítima de acidentes, motociclista é foco de ações de segurança

De um lado, educar. Do outro, fiscalizar condutas imprudentes no trânsito. Nesta semana marcada pelo Dia do Motociclista (27/7), a Superintendência de Trânsito (Setran) promove ações com os dois objetivos e voltadas especificamente para quem dirige moto.

“O motociclista tem sido tema de estudos específicos, principalmente por nossa comissão municipal que integra o Projeto Vida no Trânsito (PVT). Isso porque, por dois anos consecutivos (2016 e 2017), o motociclista foi a principal vítima de acidentes fatais nas ruas de Curitiba”, destaca a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella.

A próxima ação voltada aos condutores de motos será neste sábado (28/7), das 10h às 12h, em dois pontos: Rua João Negrão e Rua General Mário Tourinho. Integrantes do Grupo Trânsito Seguro farão abordagens para reforçar orientações que contribuem para maior segurança no trânsito. Um resumo das dicas pode ser conferido aqui.

Blitz no Hauer

Nas ações de fiscalização desta semana, um a cada três motociclistas abordados apresentou algum tipo de irregularidade relacionada ao condutor ou ao veículo e 10% tiveram a moto recolhida. Com a participação de agentes de trânsito, guardas municipais, policiais militares e policiais rodoviários federais, a blitz ocorreu nesta quinta-feira (26/7), entre a Rua Anne Frank e a BR-476, no Hauer.

“Essa foi mais uma fiscalização desenvolvida em parceria com as instituições participantes do Projeto Vida no Trânsito”, salienta Rosângela. Entre os 228 condutores abordados - 220 motos e oito carros - foram constatadas 82 infrações de trânsito. Do total de autuações, 40 foram de natureza gravíssima, como dirigir com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa.

Houve 24 remoções de veículos: 22 motos e dois automóveis, com o recolhimento de 12 documentações, sendo duas CNH e 12 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Também foram realizados 41 exames etilométricos, para verificar a ingestão de bebida alcoólica. Nenhum motorista foi autuado por isso. 

Coordenado pelo Ministério da Saúde, o Projeto Vida no Trânsito integra um movimento internacional de redução de lesões e mortes por acidentes de trânsito. Na capital paranaense, a gestão do programa é da Secretaria Municipal da Saúde em parceria com a Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES