Publicidade
Pandemia

Procon e agência reguladora cobram Sanepar por aumentos em contas de água

Conta da Sanepar
Conta da Sanepar (Foto: Arquivo Bem Paraná)

Em reunião convocada pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar), nesta sexta-feira (29) com a participação do Procon-PR, a Sanepar foi cobrada sobre os motivos que levaram ao aumento no valor das faturas de algumas unidades consumidoras. A alteração nas contas dos serviços de água e esgoto durante o período de pandemia do Covid-19 gerou elevação também no número de reclamações contra a companhia através dos canais de atendimento ao consumidor e mídias sociais.

A Sanepar esclareceu, através de técnicos e diretores, que está priorizando o atendimento caso a caso e houve aumento do consumo em algumas unidades com o isolamento social. No entanto, será aplicada a média dos últimos meses quando for registrado aumento expressivo no valor da fatura.

A Agepar e o Procon-PR sugeriram uma campanha de esclarecimento para o consumidor. A recomendação foi atendida pela companhia que adiantou ter uma campanha pronta para ser veiculada. Além da aplicação da média com objetivo de beneficiar o consumidor, a companhia lembrou ainda outras ações determinadas no período, como a prorrogação na cobrança de contas de água e esgoto para os clientes cadastrados na Tarifa Social. Parte dos esforços para combater os efeitos da pandemia, a Agepar suspendeu por 60 dias, ainda em abril, qualquer reajuste nas tarifas cobradas pelos serviços regulados, como água e esgoto nos municípios atendidos pela Sanepar.

“Acredito que uma entrevista coletiva comece a esclarecer já os consumidores até que uma campanha alcance seu objetivo”, sugeriu o diretor-presidente da Agepar, Omar Akel, que solicitou ainda o envio das reclamações que chegaram ao Procon-PR e à Sanepar para Ouvidoria da agência. O objetivo é acrescentar as informações na análise da qualidade do serviço. A Agepar também irá analisar os parâmetros para aplicação da média dos últimos meses.

A necessidade de uma campanha com informações para a população também foi sugerida pela coordenadora do Procon-PR, Cláudia Silvano. “A Sanepar precisa informar se há aumento no consumo ou alteração da faixa de consumo. As pessoas precisam entender o que está acontecendo”, destacou ao lembrar o momento sensível para planejamento da economia doméstica com crescimento do desemprego gerado pela pandemia do coronavírus.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES