Justiça

Procuradores que integraram Lava Jato se manifestam sobre decisão do STF de compartilhar mensagens

Procuradores alegam que STF garantiu acesso de Lula a mensagens, mas não confirmou a autenticidade do material
Procuradores alegam que STF garantiu acesso de Lula a mensagens, mas não confirmou a autenticidade do material (Foto: Franklin de Freitas)

Procuradores que integraram a operação Lava Jato do Ministério Público Federal divulgaram hoje nota sobre a decisão de ontem da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal que manteve o compartilhamento de mensagens de membros da força-tarefa apreendidas na operação Spoofing com a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Eles alegam que o STF "concedeu acesso ao material para a defesa do ex-presidente, mas não o julgou válido ou autêntico".

Leia mais no blog Política em Debate