IBGE

Produção industrial no Paraná sobe e mostra recuperação em 2021

Apenas um setor apresentou queda no período
Apenas um setor apresentou queda no período (Foto: Gilson Abreu/AN-PR)

A produção industrial do Paraná, em março, teve alta de 12,3% na comparação com o mesmo mês de 2020. No Brasil, a elevação da atividade chegou a 10,5% no mesmo período. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Em março do ano passado a indústria sentiu os primeiros efeitos do início da pandemia, com interrupção total de várias atividades. Neste ano, o mesmo mês teve um dia útil a mais do que no ano passado, o que também interfere no resultado”, explica o economista da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Evânio Felippe.

No acumulado do ano, os resultados apontam para um maior vigor da atividade industrial no estado. O crescimento neste primeiro trimestre de 2021 é de 9% em relação ao obtido nos três primeiros meses do ano passado. Naquela época, a alta em relação ao primeiro trimestre de 2019 era de 2,6%.

Paraná e São Paulo, empatados, têm o quarto melhor desempenho no Brasil, de janeiro a março. Santa Catarina lidera o ranking com 17,8% de crescimento, seguida por Rio Grande do Sul (12,3%) e Minas Gerais (9,1%). O resultado nacional acumulado este ano é de 4,4% no mesmo período. Nos últimos 12 meses, a indústria do Paraná registra queda de 1% quando avaliada sua trajetória de produção.

Em março, das 13 atividades industriais acompanhadas pelo IBGE no Paraná, apenas a fabricação de papel e celulose teve desempenho ruim, queda de 6,2%. Os destaques foram o setor de madeira, alta de 58,9%, seguido por móveis (38,3%).