Vestibulando

Professores dão dicas de estudo nas férias, sem exageros

O primeiro colocado geral do vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) mora em Maringá, no Noroeste do estado, e comemorou o resultado no Colégio Integral, onde concluiu o Ensino Médio em 2017. Júlio Cesar Honório D’agostini, de 17 anos, foi aprovado em Medicina na UFPR e no mesmo curso no Centro Universitário de Maringá (Unicesumar). Para alcançar a nota de 908,795, D’agostini estudava cerca de 12 horas todos os dias. Mas será que estudar tanto é positivo?

Alguns estudantes secundaristas querem aproveitar o período de pausa no ano letivo para retomar os estudos e começar a se preparar para o vestibular já nas férias. Especialistas em educação reconhecem que essa atitude pode fazer a diferença no resultado final, mas ressaltam quer é preciso equilíbrio. Só estudar sem descanso não faz bem à saúde física e mental e, por isso, essa atitude por também ‘afundar’ a pretensão de quem espera entrar em uma faculdade.

A ideia de estudar nesse momento serve, no entanto, para adiantar alguns conteúdos e aproveitar a ausência de preocupações como avaliações e trabalhos comuns ao período letivo. Para quem quer aproveitar as férias a primeira dica é começar pelos temas em que o aluno tenha mais dificuldade. Essa atitude poderá ajudar a motivar os estudos com a sensação de bom rendimento.

O próximo passo é organizar a rotina. Estudar o dia todo, apesar de parecer uma forma de se preparar mais, pode ter o efeito contrário. É importante que o aluno esteja focado nos estudos, mas é importante saber que a intensidade deve aumentar quando as aulas começarem. Por isso, é importante saber organizar os horários de estudo, sem esquecer os momentos de lazer.

Outra dica importante, mesmo que os hábitos sejam matutinos é evitar acordar muito cedo. Nas férias é preciso descansar. A orientação é para que as manhãs sejam utilizada para o descansar máximo, proporcionando à mente uma higiene mental. Este tipo de cuidado, ajuda a memória e os médicos aconselham uma boa noite de sono para quem quer acelerar o raciocínio. Esse período de inatividade fará toda a diferença depois.

O tempo livre deve ser destinado a atividades que possam descontrair, como por exemplo, assistir alguns filmes ou começar a leitura dos livros. Nesta a dica é optar pelos títulos que possam estar na listagem do vestibular das instituições nas quais se pretende prestar o concurso.

A escolha dos filmes também pode estar voltada para o preparo ao vestibular. Para tanto, a orientação é para que o estudante escolha temas voltados para momentos históricos ou documentários. Além de ser uma forma mais leve de estudo, um filme pode ajudar a melhor compreensão de algum momento histórico.


Dicas para o estudo nas férias

A hora de ver o que pode jogar fora e o que dese ser guardado é uma boa hora para começar a estudar. Isso ajuda a dar uma revisada no que foi visto no último ano
Escolher os temas nos quais há maior dificuldade para começar o estudo
Estabelecer um cronograma leve, com tempo para o descanso
Deixar a manhã para o descansar a mente
Escolher livros que tenham sido indicados nos vestibulares de instituições nas quais o aluno pretende prestar o concurso
Ver filmes históricos ou documentários