Gente de Bem

Projeto na RMC é convidado para Festival na França

Vaquinha online para viagem e turnê na Europa em agosto
Vaquinha online para viagem e turnê na Europa em agosto (Foto: Divulgação)

Em agosto, um grupo de 29 crianças e adolescentes de origem humilde, moradores da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), poderá se apresentar em palcos da França, Espanha e Suíça. Elas são integrantes do Projeto Orquestra de Cordas do Iguaçu, que nasceu em Tunas do Paraná, município da RMC, e foi convidado a participar do Festival Eurochestries. Além da participação, o grupo tem 8 apresentações já agendadas: na França, em Paris, Bordeaux, Pons, Jonzac e ainda Madri (Espanha) e Basiléia (Suíça).

Mas, para que isso aconteça, esses musicistas precisam de ajuda para pagar os custos da viagem, estimados em R$ 250 mil, entre passagens, despesas com passaportes e locação de instrumentos. “Para cada violoncelo e contrabaixo transportado teríamos de pagar uma passagem praticamente, por conta do peso e são 11 instrumentos no caso”, explica o músico e maestro José Maria Magalhães Silva. Ele é o idealizador, coordenador e responsável pelo projeto. “O aluguel acaba sendo mais viável e também mais seguro, pois se transportados de modo inadequado, corremos o risco de que o instrumento chegue danificado”, diz.

Para viabilizar mais essa grande conquistada do projeto que nasceu em 2011, o grupo criou uma conta na plataforma Vakinha.com. https://www.vakinha.com.br/vaquinha/projeto-cordas-do-iguacu ou http://vaka.me/909020. Até a manhã de ontem, o saldo arrecadado era de R$ 2.394,00.

O projeto Orquestra de Cordas do Iguaçu é uma entidade sem fins lucrativos, que tem por objetivo a formação de crianças e adolescentes principalmente carentes, como músicos instrumentistas e contribuir para redução do número de crianças em situação de risco.

Atualmente, o projeto atende 140 crianças em Tunas do Paraná e 180 em Curitiba (vindas também da região metropolitana). E tem uma fila de espera por uma vaga de aproximadamente 220. Para 2021, está programado o ingresso de 40 novos alunos provenientes do bairro Tatuquara, periferia de Curitiba.

A Orquestra Cordas do Iguaçu é composta por crianças e adolescentes provenientes do projeto (hoje um total de 63 componentes). Os alunos, entre outras grandes ações, já participaram de vários shows no Brasil ao lado de grandes cantores como: Fagner, Ivan Lins, Daniel, Elba Ramalho, Alceu Valença e Zeca Baleiro. Foram sucesso de público com os shows exclusivos, Clássicos do Rock, Clássicos do Rei e Clássicos do Cinema.

Representantes do Brasil

A coroação do trabalho desses músicos, segundo o maestro José Maria Magalhães, veio com o convite para participar do Festival Eurochestries, no início de agosto de 2021 na França. “Nós seremos o único representante do Brasil”, comemora.

O convite partiu da Fédération Internationale des Eurochestries (Federação Internacional de Eurochestries) que coordena todos os festivais da Eurochestries, anima e desenvolve a rede formada por orquestras, músicos, compositores, universidades, escolas de música e parceiros de 37 países diferentes.

Estes festivais reúnem conjuntos sinfônicos, de orquestra de cordas, corais ou conjuntos de música de câmara, de jovens entre 15 a 25 anos. A cada ano, cerca de 1.000 jovens de diferentes países se reúnem, separados por idiomas, mas unidos pelo idioma universal da música.

Durante o festival, os músicos das orquestras participantes se apresentam em concerto com seu próprio programa, mas também trabalham juntos para preparar o concerto de encerramento. Esse trabalho e os ensaios de todas as apresentações do Festival são abertos ao público.

Saiba

Para participação no Festival na França

O grupo ressalta que têm para participação no Festival, um projeto aprovado pela Lei de Incentivo à Cultura, um total de R$ 391.075,36, e podemos receber doações de pessoas físicas e jurídicas pois temos título de entidade de utilidade pública estadual e municipal, no caso de emendas parlamentares estamos solicitando os certificados desta condição. O maestro ressalta ainda que há um projeto aprovado pela Lei Rouanet de R$ 350 mil para o projeto. “Mas se não conseguirmos o valor não poderemos ir para o festival”, afirma.

Para esse ano, o maestro ressalta que o grupo tem assegurado a manutenção e ampliação do projeto com os apoios que recebemos de: BRDE, Potencial Petróleo, Peróxidos do Brasil, Sanepar, Fomento Paraná e Habitec.

Veja como ajudar
Quarteto de Cordas Alberto Nepomuceno
Banco do Brasil:
Agência: 0756-0
Conta Corrente: 63.812-9
CNPJ: 01.201.878/0001-58
Vakinha.com
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/projeto-cordas-do-iguacu
ou http://vaka.me/909020.