Publicidade
Em euros

Proposta de investidores russos é aprovada pelo Conselho do Paraná Clube

O presidente do Paraná Clube, Leonardo de Oliveira: acordo aprovado
O presidente do Paraná Clube, Leonardo de Oliveira: acordo aprovado (Foto: Arquivo Bem Paraná/Geraldo Bubniak)

O Conselho Deliberativo do Paraná Clube esteve reunido nessa terça-feira (dia 18) à noite para discutir e votar a proposta dos investidores russos no departamento de futebol. A proposta foi aprovada por 85 votos a favor e 9 contra. Seis conselheiros preferiram a abstenção. As informações são do repórter Luiz Ferraz, da rádio Banda B, e do jornalista Guilherme Moreira.

Na reunião, os russos foram representados por Felipe Ximenes, ex-diretor de futebol do Coritiba. Ele será o executivo de futebol desse projeto no Paraná Clube.

Pela proposta, o grupo vai investir 600 mil euros no clube em 2020 — cerca de R$ 2,8 milhões. A média mensal seria equivalente a 50 mil euros por mês — cerca de R$ 235 mil.

Como comparação, o Paraná teve folha salarial de cerca de R$ 450 mil mensais na temporada 2019.

A previsão inicial é que o Paraná invista em 2020 'do próprio bolso' mais R$ 450 mil mensais ou até R$ 550 mil mensais. Junto com o aporte do investidor, poderia chegar a R$ 780 mil mensais o valor gasto no futebol. 

Clique aqui para ver as folhas salariais da Série B de 2019.

O acordo com os russos prevê investimento de 1,2 milhões de euros em 2021, ou seja, 100 mil euros por mês . Em 2022, o valor sobe para 2,4 milhões de euros, ou seja, 200 mil euros mensais.

Em troca, os russos ficam com parte do lucro da venda de jogadores. O Paraná segue recebendo normalmente as demais receitas (como bilheteria, sócios, patrocínios e cotas de televisionamento).

Além desses investimentos, o grupo vai pagar como ‘entrada’ 500 mil euros, valor que será utilizado para quitar salários atrasados de 2019. Esse valor, porém, terá que ser devolvido pelo Paraná Clube em 24 meses.

O grupo de investidores, chamado de Total Sports Investments (TSI), tem como objetivo estruturar a Vila Olímpica e trazer jovens promessas para revender no futuro.

O Paraná Clube ainda não se pronunciou oficialmente sobre a reunião dessa terça-feira e também não deu informações sobre a parceria com os investidores.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES