Automobilismo

Prost se preocupa com jogo psicológico entre Alonso e Ocon e pede união na Alpine

Os ânimos de Fernando Alonso e Esteban Ocon são as principais preocupações de Alain Prost, tetracampeão mundial de Fórmula 1 e diretor da escuderia francesa Alpine, antiga Renault. Para ele, o aspecto psicológico pode interferir diretamente no desempenho da equipe na temporada 2021.

Em entrevista ao jornal francês Le Figaro, Prost indicou que pretende reforçar a união dos pilotos para que trabalhem juntos a fim de desenvolver melhor o carro e conquistar boas posições nos Grandes Prêmios. Em 2022, mudanças drásticas no regulamento da categoria prometem estabelecer novas hierarquias e intensificar a luta das escuderias pelo Mundial de Construtores.

"Não é normal que um dos pilotos fique desestabilizado. O que é normal é ter um jogo psicológico ali. Sempre um piloto vai estar melhor, mas é aquilo: se uma hora for um e depois for o outro, tudo certo, fica balanceado e as coisas acontecem bem. Agora, quando é algo mais recorrente, como Esteban teve com Ricciardo ano passado, aí é mais complicado, então é muito importante que eles trabalhem juntos e que não tenham jogos mentais perigosos entre eles", afirmou o tetracampeão.

Entre 1988 e 1989, Prost dividiu o cockpit da McLaren com o tricampeão Ayrton Senna. Na disputa entre os dois, o jogo mental tinha papel fundamental dentro e fora das pistas. Por isso, o francês tem amplo conhecimento sobre como o psicológico interfere na luta dos pilotos por vitórias, pontos e títulos.

"Vai ser uma temporada longa e ainda mais complicada de lidar por conta da covid-19. Não tem muita diversão, tem bolhas, confinamento, muitas restrições. A dinâmica e a atmosfera da equipe vão ser extremamente importantes para a performance, então precisamos ficar espertos para que não existam atritos, especialmente entre os pilotos", finalizou.

Na primeira prova da temporada, no Bahrein, a Alpine não conseguiu pontuar. O espanhol Fernando Alonso não completou a prova, enquanto o francês Esteban Ocon terminou no 13.º lugar. A próxima corrida acontece no domingo, 18, em Ímola, na Itália.