Publicidade
Rui Costa

Protagonismo no futebol é a meta de novo diretor do Atlético

Protagonismo no futebol é a meta de novo diretor do Atlético
Rui Costa (Foto: Reprodução/youtube)

O Atlético Paranaense está pronto para voltar a ser protagonista no futebol. Essa é a opinião do novo diretor de futebol do Atlético Paranaense, Rui Costa, contratado no final de agosto. “Eu tô aqui para que o Atlético Paranaense possa voltar a ser campeão. Essa é a grande meta de todos nós, é isso que o torcedor quer. Nós temos torcida pra isso, uma estrutura para isso, temos profissionais para que o Atlético volte a ser protagonista naquilo que é o 'core business', que é o futebol”, disse, em entrevista para o canal oficial do clube

Ex-diretor de futebol do Grêmio, Rui Costa conseguiu quatro vagas para a Libertadores no clube gaúcho nas cinco temporadas em que ele trabalhou lá. A lista inclui o título da Copa do Brasil de 2016. Na Chapecoense, Rui Costa conseguiu chegar à Libertadores pelo Brasileirão de 2017. 

Para repetir os bons resultados no Atlético, ele conta como foi a conversa que teve com Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho Deliberativo do clube. “Quando eu fui convidado a fazer parte dessa família, uma das conversas que eu tive com o presidente Petraglia foi de que ele queria que o Atlético Paranaense tivesse um protagonismo no futebol. Ele entende que o Atlético já chegou num patamar máximo de estrutura, de qualidade profissional, daquilo que um clube gigante precisa para ter o protagonismo que o futebol exige. Eu vejo que o grupo está muito preparado para conquistas. Tomara que seja esse ano, com a Sul-Americana, e tomara que a gente possa continuar nessa crescente no Campeonato Brasileiro e que a gente possa, quem sabe, conseguir algo importante do ponto de vista de uma classificação para a Libertadores”, revelou.

Rui Costa contou que já há planejamento para 2019, mas a atual temporada também pode retomar o protagonismo do clube no futebol. “Já começamos com reuniões, já começamos a planejar o 2019, mas o mais importante agora é que precisamos focar nesse grupo que está aqui, nesse processo de recuperação que está em andamento ainda. É um processo que está crescendo muito. Mas nós temos que estar atentos e já pensando na Sul-Americana, que é um campeonato que está em aberto para nós”, disse.

DESTAQUES DOS EDITORES