Libertadores

Protestos na Colômbia fazem Conmebol levar jogos de 'argentinos' para Assunção

O clima de tensão social na Colômbia com os protestos contra a reforma tributária imposta pelo governo, causando a morte de 18 civis e um policial nos confrontos, fez a Conmebol transferir, nesta terça-feira, os locais de três jogos válidos pela Copa Libertadores (dois) e Sul-Americana (um). Todos vão ser disputados em Assunção, no Paraguai.

Todos os jogos envolvem times colombianos e argentinos. O River Plate enfrenta o Santa Fe (estádio La Nueva Olla, às 21 horas de Brasília), e o Argentinos Juniors encara o Atlético Nacional (estádio Manuel Ferreira, às 19 horas), ambos pela Libertadores, enquanto o Lanús pega o La Equidad (Defensores Del Chaco, às 23 horas), pela Copa Sul-Americana.

A informação foi veiculada pela imprensa argentina, nesta terça-feira, e confirmada pela Conmebol por intermédio de um comunicado publicado nas redes sociais.

Já o jogo do Fluminense com o Atlético Junior, também na Colômbia, está confirmado para a quinta-feira, em duelo válido pelo Grupo D, o mesmo de River Plate e Santa Fe, pois, segundo a Conmebol, teve garantias por parte das autoridades de Barranquilla. Assim como em Ibagué, onde o Tolima receberá o Emelec, quarta-feira, pela Sul-Americana.