Copa do Brasil

Provável escalação do Paraná Clube para a estreia é dominada por veteranos

Lucas Abreu
Lucas Abreu (Foto: Divulgação/Paraná Clube)

O Paraná Clube estreia na temporada 2021 nesta quarta-feira (dia 10), quando enfrenta o Cianorte às 18 horas, no estádio Albino Turbay, pela primeira fase da Copa do Brasil. O técnico Maurílio não deu pistas sobre a escalação, mas informações de bastidores apontam para uma equipe titular dominada por veteranos.

O provável time para pegar o Cianorte teria Renan (36 anos); Jailson (30), Anderson Salles (33), Micael (34) e Christianno (29); Mazinho (31), Moisés (26), Ramires (34), Lucas Abreu (33), Juninho (25) e Da Silva (21). A média de idade seria de 30,2 anos. Para se ter uma ideia, o time titular (considerando os 11 principais jogadores) com maior média de idade do Brasileirão 2020 era do Fortaleza, com 29,2 anos.

No entanto, a escalação do Paraná é mistério e ainda não há informações detalhadas sobre o provável esquema tático.

É possível que o volante Kaio (25 anos), que terminou a temporada 2020 jogando na lateral-direita, ganhe a posição de Jailson. O zagueiro Jeferson, 28 anos, também está cotado para ser titular. O colombiano Hurtado, 25 anos, tem chances de começar na lateral-esquerda. O ponta Hugo Sanches, 26 anos, é outro que disputa posição no setor ofensivo.

BID
O Paraná Clube ainda não registrou no BID da CBF o goleiro Lucas Wingert (ex-Internacional), o volante Vico (ex-Grêmio), o centroavante Matheus Rodrigues (ex-Novorizontino) e o meia Maxí Rodrigues (ex-Grêmio e Vasco). Se a reguralização não ocorrer até esta terça-feira, eles não poderão atuar na quarta-feira.

O técnico Maurílio já tem 15 reforços registrados e prontos para estrear: os goleiros Bruno Grassi (CSA), os laterais Jailson (CD Aves) e Christianno (América-RJ), os zagueiros Anderson Salles (Ferroviária-SP), Jeferson (Londrina) e Micael (Paysandu), os volantes Moisés (Juventude), Ramires (Pelotas), Mazinho (Operário) e Lucas Abreu (Guarani), o meia/ponta Juninho (Paysandu), os pontas Elielton (Paysandu), Hugo Sanches (Vila Nova-GO) e Gustavinho (Joinville) e o centroavante Da Silva (Grêmio).

Em Cianorte, o Paraná vai tentar derrubar um tabu — clique aqui para saber mais.

O Paraná pode acumular R$ 1,2 milhão com um empate no Interior do Paraná — clique aqui para saber mais.

A partida está confirmada para quarta-feira, já que a Prefeitura de Cianorte autorizou a realização de jogos de futebol na cidade.