Publicidade
Artigo

Prudentópolis: Destino Referência do Paraná

Estamos em quarentena e aproveito para falar de PRUDE-Orgulho do Paraná!

Muito bem localizada, Prudentópolis está no triângulo geográfico formado por Curitiba, Guarapuava e Ponta Grossa – no Corredor Iguaçu das BR’s 277 e 373, sendo também denominado por Ucrânia Brasileira –Terra do Grupo Folclórico Vesselka.

Tem a base da sua pirâmide turística com a produção agrícola diferenciada, a singularidade da cultura dos faxinais, a rede de igrejas integrando fé e arquitetura, os eventos singulares e o relevo acidentado rico em paisagens. No topo piramidal, estão as Cachoeiras Gigantes, hoje a sua grande marca!

A religiosidade com influência ucraniana tem mais de 100 igrejas, o que confere ao lugar o título de Capital da Oração. Os templos latinos possuem torres esguias, em estilo gótico, enquanto os do rito Católico Oriental Ucraniano destacam-se pelas cúpulas abobadadas, em estilo bizantino.

Os eventos culturais são o carro chefe com a Páscoa Ucraniana e a Aldeia dos Cossacos, que fazem a vigília – preservando a coragem de um povo guerreiro, a referência é a Igreja São Josafat pelo rito Católico Oriental Ucraniano como espaço de acontecimentos, onde é possível no Bazar da Páscoa adquirir alimentos para a tradicional benção.

O rito Católico Ocidental tem na Festa de São João o seu evento turístico de maior apelo, com mais de 10 dias de comemorações, uma tradição de mais de 100 anos, tendo como referência a Igreja São João Batista, no coração de Prudentópolis.

E fechando o tripé dos eventos top, está a gastronomia colonial, onde o feijão preto largamente produzido, (maior produtor do Brasil, com 12%), deu inspiração à Festa do Feijão Preto, sempre no início de agosto, antecedendo aos festejos do aniversário da cidade, tem o atrativo de ter a maior panela (12 toneladas) da culinária brasileira que resulta numa feijoada gigante e  o mais importante, mais de 60 mil pessoas participam e os anfitriões conseguem dar o atendimento cordial, o que faz o tempero turístico desta PrudeFest.

Tão forte quanto a Cultura está a Natureza de Prudentópolis devido a sua formação geológica com a geografia de terras acidentadas, com diversos cânions e as inúmeras cachoeiras avantajadas que resultaram na marca de Cachoeiras Gigantes.

E para emoldurar uma das mais exuberantes foi criado o Parque Turístico Ambiental “Monumento Natural do Salto São João” – imperdível pela beleza e estrutura de apoio a visitação. Este empreendimento visa garantir a proteção integral da Floresta de Araucárias, flora, fauna, recursos hídricos, paredões, o cânion e o salto de 84 m de altura. Tem a área de 15 alqueires e acesso de 22 km com calçamento de pedras irregulares.

Bons hotéis, restaurantes acolhedores e lanchonetes com comida típica. As vendas de artesanatos dão o clima para se praticar Turismo e não se pode deixar a visitação aos dois Museus: Milênio e Irmãs Servas de Maria Imaculada.

Ah, nas compras não pode faltar as Pêssankas (ovos de galinha e gansa pintados artesanalmente) e a Cracóvia, salame prudentopolitano que ganhou o mundo. Para saber mais visite o Centro de Informações Turísticas e/ou http://infoturprudentopolis.blogspot.com/

Já vimos na história do Turismo Paranaense diferentes formas de categorização. Na década de 90 eram classificados como MT-Município Turístico e MPT-Município de Potencial Turístico, depois na regionalização como Destinos Indutores e Categorias A, B, C, D e E.

Quando presidi a Paraná Turismo desenvolvi o conceito de Destinos Emergentes em complemento aos Destinos Indutores. Assim, vejo e afirmo que Prudentópolis por méritos é merecedor da condição de Destino Referência no Paraná. Vamos nessa!!!

Jacó Gimennes é fundador da RETUR, presidiu a Paraná Turismo, dedica-se à Cultura do Desenvolvimento pelo Turismo e Coordena o Instituto Prosperare

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES