Publicidade
Entrevista com vlad urban

Psycho Carnival começou como encontro de amigos e hoje é festival internacional

Vlad Urban: “A internet ajudou a unir as cenas e o festival”
Vlad Urban: “A internet ajudou a unir as cenas e o festival” (Foto: Franklin de Freitas)

Difícil imaginar que um festival que chega à 21ª edição tenha começado sem pretensão nenhuma. Mas o músico e produtor cultural Vlad Urban garante que com o Psycho Carnival foi assim: “A idéia foi fazer um show para uma banda de amigos que vinha da França. Como era próximo ao carnaval chamamos de Psycho Carnival, com uma alusão a um “carnaval psychobilly”, mas deu tão certo que a partir dali começamos a fazer todos os anos até hoje”. Não só deu certo, como a cada ano está maior e ajudou a dar um tom alternativo ao carnaval curitibano que ganhou o mundo. Ele calcula que 60% do público que vem ao evento é de fora da cidade.

Leia a matéria e a entrevista completa no Barulho Curitiba

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES