Setor Histórico

Quatorze prédios de Curitiba terão proteção antipichação 

Pr\u00e9dio do Conservat\u00f3rio passa por recupera\u00e7\u00e3o
Pr\u00e9dio do Conservat\u00f3rio passa por recupera\u00e7\u00e3o (Foto: Levy Ferreira/SMCS)

Curitiba passou a contar com um novo programa de preservação e recuperação de imóveis do Centro Histórico. O lançamento do projeto Rosto da Cidade foi feito na tarde de ontem na região que abriga o Conservatório de MPB e o Solar dos Guimarães. “Este programa é um sonho para mim, para devolver ao rosto sagrado de Curitiba a sua condição de dignidade. É um projeto antipichação e antivandalismo. Xô tranqueira e xô pichador”, afirmou o prefeito Rafael Greca.
A renovação, com pintura e a proteção antipichação, do conjunto de prédios que integram o Conservatório de MPB e o Solar dos Guimarães marca o início da primeira fase do Rosto da Cidade, na qual quatorze imóveis públicos municipais receberão nova pintura. 
O projeto visa a recuperação de imóveis em uma área de dois quilômetros quadrados do setor histórico e área central onde se pretende agregar valor e preservar uma série de edificações entregues ao abandono na região. Com investimentos de cerca de R$ 5 milhões, o projeto envolve uma série de intervenções na renovação das edificações, incluídos neste total os custos da pintura e reparos necessários.