Publicidade
Pandemia

Quatro hospitais de Curitiba estão com UTIs lotadas para Covid-19; ao todo, 91% dos leitos estão preenchidos

(Foto: Geraldo Bubniak)

Dos nove hospitais de Curitiba que têm leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto para Covid-19 pelo Sistema Único de Saúde (SUS), quatro estão totalmente lotados. Ao todo, 91% dos leitos de UTI para coronavírus na cidade estão ocupados.

Os quatro hospitais lotados são o da Cruz Vermelha (14 leitos ao todo), o São Vicente (5), o Evangélico Mackenzie (33) e o do Idoso (50). Outros quatro estão com lotação de 90% ou mais:  o Erasto (90% de ocupação de UTIs), o Hospital de Clínicas (93%), o Hospital do Trabalhador (91%) e o Hospital de Reabilitação (90%). O único que ainda está abaixo desse porcentual é a Santa Casa, com 60% de ocupação – dos 35 leitos, 21 estão preenchidos.

No momento, Curitiba soma 282 leitos de UTI pelo SUS. Desses, 256 estão ocupados.

Na Grande Curitiba, os porcentuais são semelhantes. Em Campo Largo, o Hospital do Rocio tem apenas 3 leitos livres, ao passo que 100 estão ocupados – um preenchimento de 97%. O Hospital São Lucas Parolin tem apenas uma vaga e sete leitos ocupados (ou 87%). Em São José dos Pinhais, no Hospital Municipal, nove dos 10 leitos estão ocupados (ou 90%).

Já o Hospital Geral do Litoral, em Paranaguá, tem 14 leitos de UTI, dos quais 11 estão ocupados. O hosputal é o único da região litorânea que recebe casos graves de pacientes com Covid-19.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES