Publicidade
Luto

Radialista Jimy Raw, que teve passagem marcante por Curitiba, morre de Covid-19

Jimy Raw, em foto de 2016
Jimy Raw, em foto de 2016 (Foto: Reprodução / Facebook)

O radialista Germano Raw Neto, conhecido como Jimmy Raw (ou Jimy Raw), morreu na noite desta terça-feira (2), vítima do coronavírus. Ele tinha 58 anos e havia dado entrada na UTI, infectado pela Covid-19, no dia 7 de maio. No dia 20, deixou a UTI, aparentemente em processo de recuperação. Mas foi novamente internado no último fim de semana.

Jimy Raw começou sua carreira bem jovem, como um dos produtores do programa 'Aqui Agora' na extinta TV Tupi. No mundo do rádio, onde era muito respeitado e considerado uma referência de “voz carioca”, começou na Rádio Capital, mas como contato comercial.

Mudou-se em 1982 para o estado do Paraná, a convite do jornalista Ari Soares para integrar a equipe de produtores e apresentadores do programa 'Na Boca do Povo' nas tardes da TV OM, a atual CNT. Foi em Curitiba que começou sua carreira no rádio, se destacando como locutor na FM 104 (hoje Jovem Pan) e na Antena 1 (atual 91 FM). Em 1985, voltou para o Rio de Janeiro, onde ficou famoso por seus programas nas seguintes estações de rádio: Antena1FM, Sistema Globo de Rádio, 98FM.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES