Carlos Roberto Massa

Ratinho recebe a Comenda Barão do Serro Azul da ACP

Ratinho e Ratinho Jr, governador eleito do Paran\u00e1, com ","o diretor-presidente do Bem Paran\u00e1, Rodrigo Barrozo
Ratinho e Ratinho Jr, governador eleito do Paran\u00e1, com ","o diretor-presidente do Bem Paran\u00e1, Rodrigo Barrozo (Foto: Franklin de Freitas)

O apresentador e empresário Carlos Massa, o Ratinho, pai do governador eleito Ratinho Jr., foi homenageado pela Associação Comercial do Paraná (ACP), na noite desta quarta-feira (21), com a comenda Barão do Serro Azul. A honraria foi entregue durante jantar no Graciosa Country Club. Carlos Roberto Massa, popularmente conhecido como Ratinho, fundou o Grupo Massa em 1997, um dos maiores grupos de comunicação do Sul do país, que reúne diversas empresas — entre elas, cinco emissoras de TV afiliadas ao SBT, 18 de emissoras de rádio FM, portal de notícias, agropecuária e administração e licenciamento de marcas — e emprega 980 pessoas. 

De acordo com o presidente da ACP, Gláucio Geara, a sugestão partiu dele e foi apresentada ao conselho da Casa em julho, “sem qualquer conotação política”, antes de o filho dele, Ratinho Jr, ser eleito governador do Paraná. 

[node:galeria id=598922]

Na quarta-feira, Geara voltou a falar sobre a homenagem e o homenageado. “É uma grande honra conceder a Comenda, a maior honraria da ACP, para o empresário Carlos Roberto Massa. Uma pessoa muito humilde, que começou humilde e construiu um império, empregando aqui no Paraná e nunca deixando suas origens”, disse o presidente da ACP.

Ratinho agradeceu e se disse honrado, ainda mais pelo fato de a ACP ser uma instituição que não precisa de dinheiro público para sobreviver, além de ser “super organizada”. Para completar, falou do orgulho pelo Paraná. “Sempre gostei de ser paranaense. Não nasci aqui, mas vim com três anos, e me sinto paranaense”.

A homenagem é concedida pela Associação Comercial do Paraná a personalidades que tenham se destacado por sua contribuição ao desenvolvimento da sociedade. No ano passado, a comenda foi entregue ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Edson Fachin. Em 2016, a honraria foi para o o empresário do ramo de shoppings centers Anibal Tacla; e um ano antes, para o juiz Sérgio Moro.