Publicidade

Recontagem de votos da eleição é interrompida no Afeganistão

A comissão eleitoral do Afeganistão tentou iniciar uma nova recontagem dos votos da eleição presidencial de setembro, mas o candidato Abdullah Abdullah interrompeu a tentativa ao afirmar que não permitirá que seus observadores participem. Com isso, os desdobramentos do processo são incertos.

A eleição foi mergulhada em controvérsia. A comissão eleitoral tentou recontar os votos anteriormente, mas Abdullah retirou seus observadores do processo na última semana. As leis eleitorais afegãs exigem que representantes de todos os candidatos atuem como observadores na apuração e contagem dos votos.

Abdullah disse neste domingo que a comissão precisa parar de tentar recontagens, afirmando que muitos dos votos são falsos. Na disputa, tanto o presidente, Ashraf Ghani, quanto Abdullah, que é seu principal rival e também primeiro-ministro, estavam entre os candidatos.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES