Assine e navegue sem anúncios [+]
Coeficiente e número total

Regional Matriz lidera em casos confirmados da Covid-19 em Curitiba

(Foto: Divulgação)

A Regional Matriz lidera em número de casos de Covid-19 entre as nove regionais de Curitiba. E também lidera em incidência da doença para cada 100 mil habitantes. Os dados constam em balanço divulgado na sexta-feira pela Secretaria Municipal de Saúde.
Segundo balanço, a Regional Matriz tem 1.330,8 casos por 100 mil habitantes e registrava 2.381 casos ao todo até a última sexta-feira, o maior número entre as 9 regionais. No boletim de 31 de julho, a maior incidência por 100 mil habitantes foi verificada na Regional Tatuquara, com 1.150,3 — na ocasião, a Regional Matriz tinha 1.148.

Na outra ponta, a menor incidência de casos foi registrada na Regional Cajuru, com 911 ocorrências para cada 100 mil habitantes. Em números absolutos, contudo, a Regional que tem menos casos é a do Tatuquara, com 1.125 ao todo.
Mas, todas as regionais tiveram alta consicerável entre os dados do dia 31 de julho e do dia 7 de agosto. A Matriz passou do coeficiente de 1.148 para 1.330; o Tatuquara de 1.150 para 1.317; o Boqueirão de 857 para 1.078.

Boletim
A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) registrou ontem mais 17 óbitos de moradores da cidade infectados pelo novo coronavírus. Com os novos dados, Curitiba chega a 708 mortes de pessoas com diagnóstico da Covid-19. As novas vítimas são 11 homens e 6 mulheres, com idades entre 53 e 90 anos, mediana de 76 anos. Todos os 17 óbitos ocorreram entre o dia 7/8 e a madrugada de ontem.

Painel da Covid-19 em Curitiba em 7 de agosto
Regional Incidência (100 mil hab) Casos (total)
Bairro Novo 1.254,40 1.792
Boa Vista 1.014,20 2.557
Boqueirão 1.078,60 2.181
Cajuru 911 2.023
CIC 1.199,30 2.212
Matriz 1.330,80 2.381
Pinheirinho 1.266,20 1.917
Portão 1.191,90 2.097
Santa Felicidade 1.164,20 1.811
Tatuquara 1.317,80 1.125
Curitiba  1.201,20 23.221

Brasil passa dos 3 milhões de casos e 101 mil mortes
O Ministério da Saúde divulgou ontem novos números sobre a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil tem 3.035.422 casos confirmados da doença e 101.049 mortes registradas. Os casos recuperados somam 2.118.460. Nas últimas 24 horas, o ministério registrou 23.010 novos casos e 572 mortes.

O estado de São Paulo tem o maior número de casos acumulados desde o início da pandemia, com 627.126 casos e 25.114 mortes. Em seguida estão os estados da Bahia (193.029 casos e 3.953 óbitos), Ceará (188.542 casos e 7.954 óbitos) e o Rio de Janeiro (178.850 casos e 14.080 óbitos). De acordo com o Ministério da Saúde, 3.566 casos estão em investigação.
A marca de 100 mil mortes foi atingida ainda no sábado e causou reação em diversos setores do País, com manifestações de políticos e entidades que decretaram dia de luto.

Em nota divulgada no sábado pelo Ministério da Saúde, o ministro interino Eduardo Pazuello lamentou a marca de mais 100 mil mortes por Covid-19. “Não se trata de números, planilhas ou estatísticas, mas de vidas perdidas que afetam famílias, amigos e atingem o entorno do convívio social”, disse o ministro.

Mundo
O mundo está perto de atingir a marca de 20 milhões de casos. Ontem, eram 19.462.112. Os dados foram compilados com informações recebidas pela organização até as 5 horas (de Brasília) de ontem. Houve um aumento de 273.552 casos. Ao todo, eram 722.285 mortes até o dia de ontem.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK