Publicidade
Levantamento

Remédios para sistema nervoso lideram ranking em Curitiba

Dos remédios receitados, 51% são tarja vermelha, ou seja, prescritos
Dos remédios receitados, 51% são tarja vermelha, ou seja, prescritos (Foto: Franklin de Freitas)

Do total de 13.176 remédios prescritos por médicos de planos de saúde empresariais em Curitiba, 21,4% (2.826 unidades) foram receitados para tratamento de problemas do sistema nervoso. O índice é ligeiramente superior à média nacional de 20,4%. O levantamento foi realizado pela ePharma, empresa de gerenciamento de programas de benefícios de medicamentos (PBM) no Brasil. O estudo acompanhou o consumo de cerca de 800 pessoas na capital paranaense.

Em média, cada usuário consumiu uma caixa e meia de medicamentos por mês. De acordo com a pesquisa, os medicamentos relacionados a problemas respiratórios e digestivos ocupam a segunda e terceira colocação, com 11% (1.455) e 10% (1.364), respectivamente.

Dos remédios receitados, 51% (6.709 unidades) são medicamentos prescritos (tarja vermelha), 21% (2.789) são vendidos com retenção (tarjas preta e vermelha, como antibióticos) e 17% representam os isentos de prescrição médica (MIPs).

Entre os cinco medicamentos mais dispensados nas 528 farmácias pesquisadas, três correspondem a venda sob prescrição médica e dois são MIPs. A lista é encabeçada pelo Predsim (reumatismo, problemas respiratórios e alérgicos), seguido pela Neosaldina (analgésico para dor de cabeça) e Puran T4 (reposição hormonal da tireoide).

Na quarta e quinta colocação figuram o Lasix (diurético utilizado para problemas cardíacos) e o Alivium (anti-inflamatório para artrite reumatoide).

Fundada em 1999, a ePharma é referência no gerenciamento de programas de benefícios de medicamentos (PBM) no Brasil, estando conectada nacionalmente a 27 mil farmácias, 1.500 clínicas médicas e laboratórios de diagnóstico. É parceira do programa Aqui tem Farmácia Popular.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES