Publicidade
Tricolor

Roberto Cavalo é absolvido no STJD

O técnico Roberto Cavalo foi absolvido ontem no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela expulsão na partida contra o Figueirense. Acusado de ofender o árbitro da partida, ele poderia ser suspenso por 30 a 180 dias. O zagueiro Gabriel e o volante Luiz Henrique Camargo, que receberam cartões vermelhos naquela partida, pegaram um jogo de suspensão cada. Como já cumpriram a punição — na forma de suspensão automática — estão liberados para o jogo com o São Caetano, no sábado.
O advogado Itamar Cortes, que defendeu os três no STJD, comemorou o resultado, principalmente o caso de Luiz Henrique, que era acusado de ter agredido um adversário e, por isso, poderia pegar suspensão de 120 a 540 dias.
Gol de mão — O STJD julga hoje o caso do “gol de mão” de Wellington Silva contra o Ceará. O clube nordestino alega “erro de direito” e pede a anulação da partida. O advogado Itamar Cortes, que defende o Paraná, acredita que o resultado do jogo será mantido e que qualquer decisão diferente seria surpreendente. Na sexta-feira, o STJD julgará Gabriel, que é acusado pelo Ceará de provocar tumulto naquela partida. A imagens da TV, no entanto, mostram o zagueiro como vítima, sendo agredido por um fucionário do clube nordestino.
Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES