Brasileirão

Robinho completa dez anos de estreia no Coritiba

Robinho
Robinho (Foto: Divulgação/Coritiba/Felipe Dalke)

Foi em 7 de junho de 2012, uma vitória por 2×0 contra a Portuguesa, no estádio Couto Pereira, a estreia de Robinho com a camisa do Coritiba. Dez anos depois e com 185 jogos pelo clube alviverde, o meia segue a cada dia escrevendo sua história no Coxa.

Uma década após a sua estreia, Robinho valorizou sua identificação com o Coxa. "Sou paranaense. Sei desde criança a força que o clube tem no estado e no Brasil. Respeito demais o Coritiba. Quando tive a oportunidade de ser jogador do clube há 10 anos não pensei duas vezes. Tenho objetivo de fechar a temporada ultrapassando as 200 partidas pelo Coxa e, logicamente, finalizando a Série A numa bela colocação", ressaltou o camisa 20.

O Coritiba empatou na noite de quinta-feira (dia 9) com o São Paulo em 1×1, no estádio Couto Pereira, e fechou a 10ª rodada do Brasileirão em quinto lugar com 15 pontos. O tento do Coxa diante do Tricolor iniciou-se numa bola parada cobrada por Robinho. Com 313 jogos na Série A, o meia valorizou o início alviverde na competição nacional. "Um ótimo começo, talvez até surpreendendo alguns especialistas, pelo fato de a gente ter vindo da Série B. Vejo um equilíbrio muito grande na competição. Estamos invictos há três jogos e já mostramos em jogos grandes, como foi em Minas Gerais diante do Atlético Mineiro, que podemos sim bater de frente contra qualquer adversário", argumentou o meia.

Neste domingo, às 18h, no estádio Couto Pereira, o Coritiba medirá forças com o líder do Brasileirão, o Palmeiras. Robinho conhece bem o próximo rival, afinal atuou em 75 partidas pelo alviverde paulista. Além de ter defendido o Palmeiras, o meia também carrega o fato de ter um bom histórico diante do próxima rival. Ele já marcou quatro gols e deu três assistências contra o Porco. "Fui campeão da Copa do Brasil pelo Palmeiras. Vivi o início de tudo que o clube está plantando agora. Tenho um enorme respeito pelo clube e a torcida palmeirense sempre me manda mensagens nas redes sociais. Foi uma passagem positiva, mas meu foco é 100% em ajudar o Coritiba. Teremos novamente, assim como foi diante do São Paulo, casa cheia. Será muito importante para nós vencermos o líder da competição. Não será fácil, mas empurrado pela nossa torcida, jogando com inteligência, podemos sim sairmos de campo com os três pontos", concluiu.