Publicidade
Chuvarada

Rodovia que dá acesso à Guaraqueçaba é liberada

(Foto: Divulgação/ Prefeitura de Guaraqueçaba)

O Corpo de Bombeiros informou que a PR-405, que dá acesso ao município de Guaraqueçaba, no litoral do Paraná, foi totalmente liberada na manhã desta segunda-feira. Ainda segundo a corporação, a chuvarada que atingiu o município no último sábado (05 de janeiro) afetou duas mil pessoas, sendo que entre 90 e 100 famílias perderam bens (embora não haja registro de desabrigados ou desalojados).

A PR-405 havia sido bloqueada na tarde de sábado, quando houve um deslizamento de terra durante um temporal. Na tarde de ontem a estrada já havia sido liberada para veículos maiores e hoje a circulação voltou ao normal na rodovia.

Moradores da cidade precisam de doações. Segundo os bombeiros, material de limpeza e alimentos não perecíveis são os itens mais necessitados. Em Curitiba, a doação pode ser feita na 1ª Igreja Batista, localizada na Rua Bento Viana, número 1200, no bairro Batel.

Governo envia doações

O Governo do Paraná envia nesta segunda-feira (7) uma série de materiais e produtos para apoiar as famílias de Guaraqueçaba, no Litoral do Estado, afetadas pelas fortes chuvas deste fim de semana. A Coordenação Estadual de Proteção e Defesa Civil envia 100 conjuntos dormitórios, com colchões, travesseiros, fronhas e lençóis, que serão doados primordialmente para as famílias que estão nos abrigos públicos. Também serão enviados alimentos, materiais de higiene e de limpeza.

No município, 65 pessoas estão desabrigadas e 12 casas foram danificadas pelo temporal. “Durante todo o fim de semana acompanhamos a situação e monitoramos as áreas de risco. Com o apoio das equipes municipais organizamos os abrigos para receber as famílias desabrigadas”, explicou a tenente Cassandra Costa, do setor operacional da Defesa Cvil.

Em Paranaguá, quatro residências sofreram avarias e com isso seis pessoas ficaram desalojadas. A Defesa Civil concentrou os esforços para auxiliar na acomodação das famílias e monitoramento dos índices pluviométricos. “Foi consequência do volume de chuvas, mas por hora não há novos riscos”, informou a tenente.

Acumulado de chuva

De sexta-feira a domingo (4 a 6) o acumulado de chuva foi de 200,2 milímetros. O pico foi no sábado (5).

Para garantir a segurança, a equipe de geólogos da Defesa Civil irá ao Litoral para acompanhar de perto as áreas de maior risco. “O monitoramento é constante e como ainda há água acumulada decidimos pela avaliação no local”, contou a tenente.

Além do Litoral, houve casos de alagamento e vendaval em Guairaçá e em Londrina.

Previsão do tempo

As chuvas devem voltar ao Llitoral nesta segunda-feira, em pancadas isoladas. Segundo a previsão do Simepar, os termômetros variarão de 23 a 32 graus em Paranaguá e 27 à 29º C em Matinhos.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES